Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Náutico vence nos Aflitos e chega à liderança provisória

Time torce agora por tropeço do Santa Cruz, que neste domingo enfrenta o Central, para confirmar a ponta

Gazeta |

Nos Aflitos, o Náutico derrotou o Araripina por 2 a 1, nesse sábado, e foi à liderança provisória do Campeonato Pernambucano. O clube chegou a 28 pontos e agora aguarda a partida entre Central e Santa Cruz, neste domingo, para confirmar a ponta. O Araripina segue ameaçado na tabela, com apenas 12 pontos, dois à frente da zona de rebaixamento.

Empurrado pela torcida para chegar à liderança provisória do Pernambucano, o Náutico começou melhor a partida e não demorou para incomodar o goleiro adversário. Logo aos três minutos, Kieza recebeu dentro da área e chutou no canto de Adson que espalmou para escanteio. O arqueiro, no minuto seguinte, fez mais uma boa defesa, em chute de Derlei. Aos sete, Everton acertou uma cabeçada no travessão. Com melhor pontaria, seu xará, Everton Luiz, após cruzamento de Eduardo Ramos, cabeceou firme para dentro do gol.

Quatro minutos mais tarde, aos 19, Peter recebeu dentro da área, fintou Mizael e sofreu o pênalti. Na cobrança, Bruno Meneghel ampliou para o Timbu. O Náutico passou a administrar a posse de bola no campo de ataque e, com muitos passes errados, quase permitiu que o Araripina diminuísse. Aos 32, Cristovão cortou o zagueiro e tocou de cobertura. A bola pegou no travessão e, na sobra, Marcelo Paraíba perdeu de forma incrível, deixando os donos da casa irem para o intervalo com 2 a 0 no placar.

Para a etapa final, o Náutico voltou apático e levou pressão do adversário. Aos 16 minutos, Everton Felipe fez boa jogada pela direita, disparou e chutou forte, para Glédson espalmar. No lance seguinte, Serginho Baiano arriscou de fora da área e a bola passou muito perto da trave do Timbu. Percebendo o crescimento do rival na partida, o técnico Roberto Fernandes promoveu as entradas de Nilson, William e Elicarlos, nos lugares de Everton Luiz, Bruno Meneghel e Rodolfo, respectivamente. Não adiantou.

Aos 33 minutos, Mizael fez fila na defesa do Náutico, invadiu a área e sofreu falta de Nilson. Pênalti para o Araripina, convertido pelo próprio jogador. O gol animou os visitantes que até ensaiaram uma recuperação, porém a zaga no Timbu segurou a pressão e manteve o 2 a 1 no placar.

Leia tudo sobre: genetcampeonato pernambucanonáuticoaflitosliderança

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG