Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Náutico garante permanência e deixa temor para Vila Nova

A situação do Vila Nova ainda depende de atenção. O time tem o mesmo número de pontos do Brasiliense (43) e está fora da área da degola apenas em função do número de vitórias

Gazeta Esportiva |

Acabou qualquer tipo de angústia da torcida do Náutico. A vitória deste sábado por 4 a 1 sobre o Vila Nova, no estádio dos Aflitos, encerrou com qualquer perigo do time pernambucano cair para a Série C do Campeonato Brasileiro. Agora, os goianos terão de lutar para evitar o rebaixamento na última rodada.

Na última rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o Vila Nova necessita fazer a lição de casa para seguir na Série B. No sábado que vem, o adversário será o São Caetano, no Serra Dourada.

Para o Náutico, resta apenas realizar uma despedida honrosa na temporada 2010. Na semana que vem, enfrenta o rebaixado Santo André, no estádio Bruno José Daniel.

O equilíbrio foi a tônica dos minutos iniciais no estádio dos Aflitos. O Náutico ameaçou imprimir um ritmo forte, porém esbarrava na marcação adversária e nos próprios erros. O Vila Nova também não se mostrava criativo em campo.

Além da falta de futebol, a indisciplina também fez parte do confronto na capital pernambucana. Para conter os ânimos dos dois lados, o árbitro Paulo Henrique de Godoy Bezerra foi obrigado a mostrar o cartão amarelo três vezes no intervalo de oito minutos.

Aos 36 minutos, o Vila Nova finalmente resolveu dar emoção e frustrou os torcedores da casa ao abrir o placar. Principal estrela da equipe goiana, Roni escapou da marcação do Náutico e criou a jogada para David tocar na saída do goleiro Bruno.

No segundo tempo, o Náutico adotou uma postura diferente e alcançou rapidamente o empate. Aos sete minutos, Geílson aproveitou o cruzamento caprichado de Flávio da direita e testou firme para as redes.

O empate fez o Náutico crescer mais e trouxe nervosismo ao Vila Nova. Aos dez minutos, Jorge Henrique acertou Geílson e, como já tinha cartão amarelo, acabou expulso. A partir daí, os donos da casa tiveram o domínio e asseguraram a vitória com gols de Bruno Meneghel, Geílson e Cristiano: 4 a 1.

 

Leia tudo sobre: náuticosérie bvila nova

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG