Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Náutico defende vaga no G4 diante do desesperado Vila Nova

Para 'decisão', técnico Waldemar Lemos não poderá contar com Kieza, suspenso. Visitante não vence há um mês

Gazeta |

Tanto Náutico, quanto Vila Nova não sabem o que é vencer há um bom tempo - o jejum do Timbu é de quatro jogos, enquanto o do Colorado é de cinco. Nesta terça-feira, às 20h30 (de Brasília), eles se enfrentam nos Aflitos para tentar retomar o caminho das vitórias e alcançar suas metas na Série B. Os pernambucanos procuram manter-se no G4 da tabela, diferentemente dos goianos, que querem deixar as últimas posições do campeonato.

Sem triunfar desde o confronto com o ABC-RN, em 27 de setembro, o Náutico já vê sua vaga entre os quatro primeiros ameaçada. O último resultado, porém, não foi de se lamentar. O empate fora de casa com o Americana, deixou ambas equipes empatadas com 50 pontos, apenas três à frente do Boa Esporte, que vem em franca ascensão. Por isso, o duelo com o Vila Nova é visto como decisivo nos Aflitos.

"Tem que ser encarado como o último jogo das nossas vidas, uma decisão de campeonato e do nosso futuro também. Não importa quem faça o gol, o que queremos é vencer e sair de casa com os três pontos ganhos. Não podemos mais perder pontos bobos, principalmente para equipes que estão na parte baixa da tabela. Já erramos o que poderíamos errar. Agora, temos que voltar a jogar bem e vencer", declarou o volante Derley.

Para a 'decisão', o técnico Waldemar Lemos não poderá contar com Kieza, suspenso. Para a vaga do atacante o treinador tem cinco opções e ainda não decidiu quem será o escolhido. Jeferson, Joelson, Paulo Sérgio, Rafael Xavier e Moisés brigam para substituir o artilheiro.

No Vila Nova, a situação é crítica. Sem vencer desde 20 de setembro, quando também bateu o ABC-RN, o Colorado caiu para a 18ª colocação, com 29 pontos, sete a menos que o primeiro time fora da zona de rebaixamento. E apesar de faltarem apenas oito rodadas para o término da competição, os goianos adotam um discurso otimista.

"Jamais vou desanimar e inclusive pedi isso para o grupo. Não quero nem pensar em rebaixamento. Existe uma mobilização muito grande por parte de todos. Fácil não vai ser, mas eu vou trabalha rmuito e cobrar dos meus jogadores para conseguir reverter essa situação", disse o técnico Roberto Cavalo, que estreou no comando do Vila Nova com derrota para o Paraná, no sábado.

Cavalo terá os retornos do zagueiro Gabriel e do volante Adilson, que cumpriram suspensão na última rodada. O treinador não terá desfalques.

FICHA TÉCNICA
NÁUTICO X VILA NOVA

Local: Estádio dos Aflitos, em Recife (PE)
Data: 18 de outubro de 2011, terça-feira
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Charles Hebert Cavalcante Ferreira (AL)
Assistentes: Pedro Santos de Araújo e Otávio de Araújo Neto (ambos de AL)

NÁUTICO: Gideão; Peter, Ronaldo Alves, Diego Bispo e Airton; Everton, Elicarlos, Derley e Eduardo Ramos; Lenon e Rafael Xavier
Técnico: Waldemar Lemos

VILA NOVA: Michel Alves; Gabriel, Ben-Hur, Henrique e Jorge Henrique; Juninho, Adilson e David; Jô, Betinho e Roni
Técnico: Roberto Cavalo

 

Leia tudo sobre: Náuticosérie b 2011vila nova

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG