Tamanho do texto

"Vim à Inglaterra para ganhar títulos e, até agora, não ganhei nada na minha carreira", disse o jogador francês

O meio-campista espanhol Fábregas afirmou, semanas atrás, que deseja sair do Arsenal, da Inglaterra, para brigar por títulos. Agora foi a vez de o francês Nasr i reclamar da baixa competitividade e cavar a despedida dos Gunners .

"Quero ganhar títulos. O dinheiro não é importante para mim. Sem títulos, não tenho condições de entrar na briga dos melhores do mundo", justificou-se o atleta, que começou a carreira no Olympique de Marselha, da França.

Há anos, o Arsenal segue, por intermédio do treinador Arsene Wenger, uma filosofia que prioriza a juventude. Desta forma, o clube londrino lapida jovens das mais variadas naturalidades, porém peca nos momentos decisivos das competições pela falta de experiência.

O jovem Nasri - que não disputou a Copa do Mundo da África do Sul com os Bleus -  reitera sua seca no Arsenal. "Vim à Inglaterra para ganhar títulos e, até agora, não ganhei nada na minha carreira", salientou o jogador, que deverá não aceitar a renovação de contrato com o Arsenal.

Nos últimos dias, o Manchester United, também da Inglaterra, e o Milan, da Itália, mostraram interesse na contratação do "Pequeno Príncipe". Já Fábregas, outro descontente do elenco, poderá, enfim, voltar ao seu país natal - para o Barcelona ou para o Real Madrid.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.