Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Nas férias, Ronaldinho Gaúcho grava música com sambistas

Mesmo com indefinições em relação ao Fla, meia fica no Rio de Janeiro e se diverte com grupo de samba de amigos

AE |

selo

AE
Ronaldinho tira férias do Flamengo, mas, por causa do samba, não deixa o Rio de Janeiro
A permanência no Flamengo pode estar indefinida, mas mesmo nas férias Ronaldinho Gaúcho não deixa o Rio. A agenda de eventos, em geral, está ligada ao samba. Na noite de terça-feira, o jogador, com parte do salário atrasada há quatro meses, desistiu de ficar só na plateia - lugar que ocupa, geralmente, rodeado por mulheres nos camarotes. Gravou uma música com o grupo "Samba Pra Gente", que conheceu nas férias de 2010, época em que ainda jogava pelo Milan.

Flamengo pretende envolver outros jogadores na negociação com Thiago Neves

Sem vaga na seleção brasileira que disputou a Copa do Mundo da África do Sul, o jogador aproveitou as férias do ano passado no Milan para viajar ao Rio. Foi a primeira vez que viu Leleco, Dedé, Sabugo, Marrento e Rogério - o último é o único vascaíno do grupo, enquanto os demais são flamenguistas -, tocando na boate Melt, no Leblon, também na zona sul da cidade. "Desde então, ele frequenta nossas rodas de samba", contou Leleco. "Ele não aguenta ficar de fora. Quer tocar, cantar, tem ido a toda nossa agenda de shows, então surgiu essa ideia de cantarmos juntos", completou o sambista.

Convocados pela assessoria de imprensa da banda, mais de 30 repórteres, cinegrafistas e fotógrafos - até chineses, da estatal CNC - aguardaram o craque por mais de uma hora no estúdio. Quando chegou, Ronaldinho Gaúcho, com três cordões de ouro no pescoço, não quis conceder entrevista, mas brincou: "Parece até que tem jogo hoje".

 

Passados 30 minutos do primeiro contato de Ronaldinho Gaúcho com os integrantes da banda, a portas fechadas no estúdio, a entrada da imprensa foi permitida para acompanhar um pouco do trabalho. De início, banda e atleta optaram por uma música do grupo. O meia, no entanto, sabia só o refrão e o "laialaiá" final. Depois, cantaram "Preste atenção", da qual, segundo Leleco, o astro do Flamengo foi coautor.

Ronaldinho Gaúcho, que tocava o tantã, seguiu sem cantar versos inteiros. Somente o início e o fim de alguns. Ao fim da música, com a saída da imprensa, ele brincou: "Agora, sim, vou tocar sério". A letra tem cunho social. "Ver o futuro da nossa nação / Pedindo esmola no sinal fechado / Me faz chorar, me corta o coração", diz uma das partes que será cantada pelo jogador no CD.

Não foi a primeira experiência do craque como cantor. Em 2006, às vésperas da Copa da Alemanha - esta disputada por ele -, o jogador gravou "Goleador", que falava sobre ele, com a banda Sambatri. Os parceiros na gravação desta terça-feira, "Samba Pra Gente", cantam no bloco criado por Ronaldinho e seu irmão e empresário, Assis, o "Samba, Amor e Paixão", que se apresentou no Carnaval deste ano e se prepara para o de 2012.

Leia tudo sobre: flamengoronaldinho gaúcho

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG