Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

"Não tenho que me justificar", diz Messi sobre a Bola de Ouro

Eleição do argentino para posto de melhor jogador do mundo foi contestada por técnicos e jogadores europeus

Gazeta Esportiva |

O atacante Lionel Messi marcou 58 gols em 54 partidas pelo Barcelona em 2010. Mesmo assim, teve o prêmio de melhor jogador do mundo, atribuído pela Fifa recentemente, contestado por alguns atletas (como Mario Balotelli) e técnicos (como José Mourinho). Para o argentino, o seu desempenho dentro de campo já basta para responder a essas críticas.

"Eu não tenho que me justificar para ninguém. Eu joguei como sempre fiz, tentando continuar a atuar bem e ajudar o meu time o máximo possível", declarou o jogador em entrevista ao site Goal.com.

Para Messi, a opinião de parte de imprensa, que esperava pelas vitórias dos campeões mundiais Andrés Iniesta e Xavi Hernández na Bola de Ouro, não o incomoda.

"A verdade é que eu não me importo com o que a mídia diz. O que importa para mim é o que os meus companheiros de time e as pessoas que estão comigo acham. A eles, eu só tenho a agradecer pelo apoio", afirmou o argentino.

Sobre o ano de 2011, o Barcelona seguirá disputando títulos. Líder do Campeonato Espanhol, duelando a cada rodada com o Real Madrid, o clube catalão tentará ganhar o seu quarto título da Copa dos Campeões da Europa. Para conseguir o troféu, o Barcelona terá que passar primeiro pelo Arsenal, seu adversário nas oitavas de final.

"Eu espero que a gente continue jogando no nível que estamos há um longo tempo, e que possamos conquistar muitos títulos. Nós tivemos maravilhosas oportunidades para conseguir isso, e eu espero manter este sucesso pelo maior tempo possível", concluiu.

Leia tudo sobre: messibarcelonabola de ouroespanhafutebol mundial

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG