Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

"Não sou jogador frouxo, covarde e otário", diz Deivid

Após perder gol feito na eliminação contra o Vasco, atacante do Flamengo assumiu a culpa pela derrota

iG São Paulo* |

null
Um dia após a eliminação na Taça Guanabara, o Flamengo voltou a treinar visando ao restante da temporada. Deivid, que perdeu um gol feito na derrota para o Vasco, deu entrevista nesta quinta. O atacante do Fla assumiu a culpa pelo revés e afirmou que não é frouxo, covarde e otário.

Leia mais: Gol perdido por Deivid ganha espaço na imprensa mundial

"Por toda a repercussão que tenho acompanhado, não teria motivo para me esconder. É a minha profissão. Não sou jogador frouxo, covarde e otário. Isso nunca vai me fazer pedir para sair do Flamengo. Tenho contrato até dezembro e vou cumprir. Tenho acompanhado o noticiário, vi que colocaram o Ronaldo como o pior do jogo. A culpa não foi dele, não foi do Joel (Santana). Só tem um culpado. Eu fui o culpado", declarou o atacante do Flamengo.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Deivid disse que reviu o lance várias vezes e também custou a acreditar no erro que cometeu, porém promete dar a volta por cima.

Confira ainda:
Deivid perde gol incrível, Vasco vira sobre o Fla e faz a final

"Fui tão convicto que iria fazer o gol, que acabei perdendo naquela fração de segundo. Aí, você acaba perdendo o gol dessa forma. Porém, vou levantar a cabeça agora, dar um tempo e tentar me recuperar, dar a volta por cima", comentou o jogador.

Agência O Globo
Deivid desaba dentro do gol após perder gol incrível no Engenhão


O atleta do Flamengo ainda ressaltou que Joel Santana e os jogadores do clube lhe deram apoio, além de ex-companheiros de equipe. "O Joel me deu força, os jogadores. Foram ligações de jogadores do Santos, pessoal do Cruzeiro, de presidentes de clubes. Fico feliz, mostra que sou querido, que tenho feito as coisas certas no futebol. Disseram que tenho uma história muito bonita para ser apagada por conta de um gol perdido", acrescentou o artilheiro do Flamengo na temporada passada.

Relembre outros gols perdidos históricos

O atacante revelou que quando perdeu o gol, logo pensou no filho. "Quando perdi o gol, meu pensamento foi logo no meu filho. Sabia que ele estava vendo o jogo, ele já entende. Minha filha acordou hoje, eu perguntei o que houve, porque ela estava chateada. Ela falou que eu tinha perdido o gol e que estava com pena de mim. Falei que isso acontece e que não podia abaixar a cabeça. Minha filha tem oito anos e meu filho cinco", finalizou.

*Com Gazeta

Leia tudo sobre: flamengodevid

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG