Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

"Não passa pela minha cabeça perder o Kleber", diz Tirone

Presidente do Palmeiras promete "valorização". Flamengo ofereceu salário dobrado ao atacante

AE |

O presidente do Palmeiras , Arnaldo Tirone, deve se reunir com o atacante Kleber nos próximos dias para definir a situação do jogador, que ficou fora da partida da última quinta-feira à noite, contra o Atlético-GO , no Canindé. Lesionado, o atleta negou que não jogaria para evitar a sétima partida pelo Palmeiras na competição, o que inviabilizaria a possibilidade de uma negociação com outros times brasileiros - o Flamengo quer o atacante e fez proposta milionária para contratá-lo.

"Tudo tem seu momento certo. Ele (Kleber) vai ser valorizado, sim", avisou Tirone. "Não passa pela minha cabeça perdê-lo", reforçou o dirigente. O Flamengo se animou ao ver que o atleta não atuou na quinta-feira e assim ganhou quase uma semana para fazer uma nova proposta por ele. Se Kleber atuar na próxima quinta-feira, contra o América-MG , fora de casa, os cariocas vão desistir da contratação.

O atacante pretende seguir no Palmeiras, mas espera uma valorização salarial - o Flamengo promete pagar quase o dobro do que ele ganha hoje em São Paulo. "Quem responde a proposta do Flamengo é o Tirone, por mim eu ficaria no Palmeiras", disse Kleber, que se irritou com os comentários que ele nem comemorou o primeiro gol contra o Atlético-GO - as imagens da TV mostram o jogador no camarote, quieto .

Milton Trajano
Mesmo sem jogar, Kleber tem sido bombardeado com perguntas no Palmeiras
"Legal focalizar depois de meia hora pra falar que não comemorei! Tá ficando ridículo. Já querem arrumar motivos (para confusão). Tá fogo", escreveu Kléber no Twitter.

Felipão joga "caso Kleber" para a diretoria
Felipão, técnico do Palmeiras, espera que Kleber permaneça no clube, mas prefere não opinar quando o assunto envolve dinheiro. "Meu nome é Luiz Felipe Scolari, não sou o Arnaldo Tirone, que gerencia o aspecto financeiro", declarou. "Eu preciso é ter jogadores pra jogar. Ele como capitão e como jogador é ótimo para o Palmeiras."

Além de falar da boa atuação de Maikon Leite , Felipão também teve de ouvir muitas perguntas sobre Kleber. E não fugiu de nenhuma delas. "Ele faz falta em qualquer time e é um dos melhores do Brasil. O departamento médico me pediu (para o atacante não jogar) e tenho de aceitar."

null

Leia tudo sobre: PalmeirasKleber

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG