Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Na volta de Kléber, Porto entra em campo para roubar a ponta do APOEL

Com uma vitória e uma derrota em dois jogos, portugueses ocupam apenas a terceira colocação do Grupo G da Liga dos Campeões

Gazeta |

Após brilhar no sábado e despachar o Pêro Pinheiro com uma incrível goleada por 8 a 0 pela Taça de Portugal, o Porto volta as suas atenções para a Liga dos Campeões, competição na qual não tem situação tão tranquila. Com uma vitória e uma derrota em dois jogos, os Dragões ocupam apenas a terceira colocação do Grupo G, mas podem chegar à liderança nesta quarta-feira, quando enfrentam justamente o atual dono da ponta, o APOEL, às 16h45 (de Brasília) no Estádio do Dragão.

"Não encaro este jogo como decisivo, ele é tão importante como todos os outros. Não sei quantos pontos serão suficientes para avanças, faço contas para ganhar sempre. Somos obrigados a vencer todos os jogos devido a nossa natureza ganhadora, e não apenas pelos pontos", declarou o treinador Vítor Pereira.

Para bater os cipriotas, o Porto terá o reforço do atacante Kléber. O brasileiro não entra em campo desde a derrota para o Zenit, em 28 de setembro, quando lesionou o ombro esquerdo, ficando fora inclusive do amistoso entre a Seleção Brasileira e a Costa Rica. "O Kléber vai estar em seu melhor nível e será de grande ajuda nesta quarta", prevê o comandante.

Além do ex-atacante do Atlético-MG, o Porto contará com os brasileiros Helton e Hulk em campo. Walter, que tem se destacado no Campeonato Português e na Taça de Portugal, não foi inscrito na Champions. "Tomamos a decisão nos baseando no Walter do passado. O de hoje é diferente, está mais confiante e vem trabalhando muito bem. Ele transmite confiança e qualidade aos demais jogadores. Com certeza seria inscrito na Liga dos Campeões agora", disse Vítor Pereira.

O elenco do APOEL também conta com jogadores do Brasil, como os defensores Kaká e Willian Boaventura, os meias Marcinho e Marcelo Oliveira e o atacante Aílton. Mas são os portugueses do clube de Chipre que preocupam o Porto: Nuno Morais, Hélio Pinto e Paulo Jorge.

"O APOEL surpreendeu o Zenit e o Shakhtar. É uma equipe bem organizada, que tem o mesmo treinador há cinco anos e alguma experiência na Liga dos Campeões. São compactos, solidários, sabem jogar no desespero do adversário e ainda atacam muito bem", elogiou o treinador dos Dragões.

Para terminar a terceira rodada da fase de grupos na liderança, não basta para o Porto vencer o APOEL. É preciso também torcer por um tropeço do Zenit diante do Shakhtar Donetsk. Os russos somam os mesmos três pontos dos portugueses, mas são os atuais vice-líderes devido ao saldo de gols. O time ucraniano, por sua vez, é o lanterna com apenas um empate conquistado. A partida está marcada para esta quarta-feira, às 16h45 (de Brasília), na Rússia.

Leia tudo sobre: portoportugalfutebol mundialliga dos campeões 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG