Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Na volta à seleção, Ronaldinho encontra fãs no time de Mano

Aos 30 anos, meia-atacante é o ídolo de colegas de equipe. Nesta terça-feira, Mano Menezes deve confirmá-lo como titular contra a Argentina

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237860332813&_c_=MiGComponente_C

Neymar tinha 7 anos, André, 9, Jucilei, 11, e David Luiz, 12. Os quatro ainda nem treinavam futebol profissionalmente e também não imaginavam que chegariam à seleção no dia 30 de junho de 1999, quando Ronaldinho estreou com a camisa do Brasil contra a Venezuela.

Me lembro que ele fez aquele gol, depois de dar um chapeu. Fiquei feliz por ele na época, pela alegria na comemoração, recorda David Luiz, que, meses depois, iniciava a carreira de jogador.

O zagueiro do Benfica é um representante de uma geração que assistiu Ronaldinho Gaúcho brilhar e hoje se vê ao lado do ídolo. No retorno à seleção brasileira, o meia-atacante do Milan se encontrará com uma legião de fãs. 

Vai ser muito legal poder ver um ídolo de perto. Sempre vi ele jogando e admirei o seu futebol, diz Jucilei. Quando Ronaldinho fez seu primeiro jogo na seleção, o corintiano ainda jogava bola nas ruas de São Gonçalo, no Rio de Janeiro.

Não sei nem o que falar dele, sou fã número 1 dele, afirmou Neymar sobre o meia-atacante do Milan (veja como foi o encontro entre os jogadores). O jovem santista deve começar a partida jogando ao lado do ídolo.

AFP
Neymar tinha apenas sete anos quando Ronaldinho estreou pela seleção brasileira

Segundo Thiago Silva, que viajou da Itália para o Catar com Ronaldinho, o meia-atacante lembrou da estreia na seleção durante o voo. Ele falou que naquele jogo era o mais novo do time. Hoje, é o mais experiente e o exemplo para todos nós, afirmou o zagueiro do Milan.

Na partida contra a Venezuela, pela Copa América, em 1999, o então gremista foi chamado às pressas, já que Edílson havia sido cortado por Vanderlei Luxemburgo. No jogo, ele substitui Alex, já no segundo tempo, e marcou o sexto gol da vitória de 7 a 0.

Mais de 11 anos depois, ele volta à seleção, após um ano e meio fora do time. Na segunda-feira, Mano Menezes não quis confirmar, mas é provável que o técnico escale o meia-atacante no time começa jogando o amistoso contra a Argentina nesta quarta-feira, em Doha, no Catar.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG