Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Na súmula, árbitro cita gesto de 'roubo' feito por Felipão

No documento, o apitador alegou que o comandante alviverde acabou excluído de campo por fazer o gesto

Gazeta |

Algumas horas depois de a bola rolar no Pacaembu, a Federação Paulista de Futebol (FPF) já disponibilizou a súmula do clássico deste domingo entre Palmeiras e Corinthians, no estádio do Pacaembu, pela semifinal do Estadual. O árbitro Paulo César de Oliveira não amenizou contra o técnico Luiz Felipe Scolari, do Verdão.

No documento, o apitador alegou que o comandante alviverde acabou excluído de campo por fazer um gesto de "roubo" no banco de reservas. Segundo Paulo César de Oliveira, Felipão já havia sido informado que poderia ser expulso.

"Aos 35 minutos, fui informado pelo quarto árbitro que o treinador da equipe S.E. Palmeiras, SR. Luiz Felipe Scolari, após a marcação de uma falta contra sua equipe, fez um gesto insinuando "roubo". Informo ainda que o mesmo já havia sido advertido verbalmente por ter adentrado no campo de jogo", relatou.

Na súmula, Paulo César de Oliveira também justificou o cartão vermelho a Danilo: "Expulso por desferir um 'carrinho' com uso de força excessiva, no adversário nº 9 Liedson da Silva Muniz, atingindo-o nas pernas, na disputa de bola".

A situação de Felipão no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) deve ficar extremamente complicada. O treinador também acusou que Paulo César de Oliveira entrou em campo premeditado a prejudicar o Palmeiras.

No Pacaembu, o técnico do Palmeiras já formalizava até uma estratégia de um futuro julgamento na FPF. "A televisão mostra que não falei nada. Vou até solicitar a presença do quarto árbitro", avisou o temperamental Luiz Felipe Scolari.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG