Tamanho do texto

Dupla de volantes do Corinthians vai jogar no time de Mano Menezes, mas de olho no que acontece no Brasileirão

Os meio-campistas Jucilei e Elias provavelmente não conseguirão acompanhar o jogo entre Fluminense e Goiás, que pode tirar o Corinthians da liderança do Campeonato Brasileiro. Convocados para defender a seleção brasileira no amistoso contra a Argentina, ambos embarcaram para Doha, no Catar, já na madrugada deste domingo.

"Vou chegar lá feliz e secar o Fluminense à distância", sorriu Jucilei, ainda animado pela vitória por 1 a 0 sobre o Cruzeiro, sábado, no Pacaembu. "Foi uma verdadeira final de campeonato. Conseguimos uma vitória muito importante, que nos deu a liderança de volta."

Com o resultado, o Corinthians passou a somar 63 pontos, contra 61 do Fluminense e 60 do Cruzeiro. A liderança do Brasileirão será mantida caso o time carioca não derrote o Goiás. "Vamos torcer e comemorar muito a nossa vitória. Fico mais feliz ainda estando na seleção brasileira. Em 2006, o Ronaldinho Gaúcho foi eleito o melhor do mundo e eu estava na várzea. Agora, vou poder jogar ao lado dele, um fora de série", vibrou Elias.

Os dois corintianos também se posicionaram sobre as queixas dos jogadores do Cruzeiro no sábado. O pênalti de Gil sobre Ronaldo, que garantiu a vitória do time paulista, foi muito contestado pelos visitantes. "Eu estava pertinho do lance e vi que foi pênalti", afirmou Jucilei. "Choro é livre. Se fosse fora da área, todo mundo daria falta. Foi pênalti", concordou Elias.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.