Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Na mira do Genoa, Zé Eduardo pede valorização para ficar na Vila

Com proposta do futebol italiano, atacante quer receber uma valorização financeira da diretoria do Santos

Samir Carvalho, iG São Paulo |

O atacante Zé Eduardo, autor de dois gols do Santos na vitória por 3 a 0 diante do Mirassol, nesta quarta-feira, no estádio do Pacaembu, deixou o campo sendo bastante questionado sobre uma possível transferência para o Genoa, da Itália. O atleta disse que sua permanência no Santos não depende mais dele, e deixou claro que espera uma valorização financeira para ficar na Vila Belmiro.

“Fiz um contrato de risco em 2010. Mas, mostrei meu valor desde o ano passado, eu sei que estou valorizado. Não está mais em minhas mãos. Todos sabem que tenho a proposta do Genoa, e espero o melhor para mim e para o Santos”, afirmou Zé Eduardo, que marcou três gols nesta temporada.

O clube italiano já fez a proposta oficial para o Santos, e ofereceu cerca de 2,7 milhões de euros (cerca de R$ 6 milhões) por Zé Eduardo. A diretoria santista ainda estuda a oferta do Genoa, já que detém apenas 60% dos direitos econômicos do jogador. O restante pertence ao Pinheiros, clube de Santa Catarina.

Além de Zé Eduardo, o Santos deve perder o atacante Maikon Leite, que assinou um pré-contrato com o Palmeiras, e deve deixar o clube após o dia 23 de junho deste ano. Apesar das negociações, Maikon Leite e Zé Eduardo estão correspondendo dentro de campo, e juntos marcaram sete gols neste Campeonato Paulista.

“Eles mostraram que são profissionais, não tiraram o pé, estão ajudando o time. Espero que eles sejam felizes, aqui no Santos seria ótimo eles ficarem. Sabemos que o Maikon será difícil, e o Zé não sabemos exatamente”, afirmou o capitão da equipe, o zagueiro Edu Dracena.


 

Leia tudo sobre: santoszé eduardomaikon leite

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG