Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Na invasão a Florianópolis, corintiano pode ir ao Parque S. Jorge

Bairro na cidade tem nome da sede do clube. Para corintianos locais, é um bom presságio

Bruno Winckler, enviado iG a Florianópolis |

O Corinthians  pode de fato se sentir em casa num dos bairros de Florianópolis, cidade onde neste domingo o time paulista enfrenta o Figueirense podendo conquistar seu quinto título brasileiro num estádio "invadido" por corintianos. O Parque São Jorge, sede do clube na zona leste de São Paulo, dá seu nome a um bairro da capital catarinense. E para os torcedores corintianos locais, esse é um bom presságio para que o time do coração seja campeão neste domingo.

Bruno Winckler
Janderson, Raphael, Bruno, Márcio e Clayton, corintianos de Florianópolis no Parque São Jorge genérico

“É uma coincidência, mas é engraçado. Tomara que dê sorte”, disse Clayton Silva, de 31 anos, natural de Florianópolis e corintiano. Ele mais quatro amigos que moram na cidade toparam ir ao Parque São Jorge da capital catarinense para posar para uma foto em frente ao mural instalado na entrada do bairro de casas garbosas fundado em 1979 e que fica às margens da via que leva até a Lagoa da Conceição, um dos pontos turísticos da capital catarinense.

Bruno Winckler
Corintianos de Florianopolis no Parque São Jorge da ilha de Santa Catarina

Veja também: Com os ouvidos no Engenhão, Corinthians faz 1ª final pelo penta

Nenhum desses amigos corintianos de Florianópolis conhece o Parque São Jorge “de Sampa”, conta Bruno Meurer, de 23 anos, ansioso pelo dia que conhecerá a casa corintiana. “Com certeza temos a vontade de ir, até porque é a casa do Corinthians e pelos memoriais que tem lá, por toda a historia do clube. Deve ser muito emocionante ir lá pela primeira vez, ainda mais para quem é corintiano fanático como a gente. Ir na nossa casa e ver toda historia, os troféus das conquistas. Realmente assim que tiver oportunidade vamos dar um pulo lá”, disse Meurer.

“O Parque São Jorge daqui é meio como se fosse o Morumbi de São Paulo, pessoal que tem grana. E Morumbi lembra bambi (risos). O Parque São Jorge aqui de Floripa não tem nada a ver com o de São Paulo, que representa a casa do Corinthians”, completou.

E mais: Retrospecto corintiano no Brasileiro de 2011 indica que time não perde no domingo

Enquanto ostentavam a bandeira corintiana no Parque São Jorge catarinense, muitos motoristas que passaram por ali e viam a cena buzinavam para os corintianos, que prontamente retribuíam com um sonoro “Corinthians”. Um vizinho do bairro, do alto do seu prédio instalado na porta do Parque São Jorge, reprovou a ação e tirou uma bandeira do Fluminense, um dos rivais corintianos ao título, para provocar o grupo de torcedores.

Leia também: Corinthians visita estádio onde nunca perdeu em Brasileiros

Márcio Martendal, de 22 anos, comemora a chance de ver seu “único time”, como gosta de ressaltar, ser campeão na sua cidade, onde é comum o morador torcer por um time do eixo Rio-São Paulo e ter a preferência ou por Figueirense ou por Avaí. “Sou só Corinthians. Todos nós somos. Não tem essa de torcer para outro time”, disse o torcedor, que como os colegas, terá de assistir ao jogo no meio da torcida do Figueirense.

Todos de preto
Como outros corintianos que não tiveram acesso aos ingressos cedidos aos visitantes, os amigos tiveram de comprar ingressos para setores onde ficarão os torcedores do Figueirense. "Não teve jeito. Colocaram os ingressos à venda na segunda-feira e acabaram logo. Foram 2 mil para São Paulo e os 500 que tinham para os corintianos daqui acabaram rápido", disse Martendal. O público esperado no Orlando Scarpelli é de 19 mil pessoas, capacidade máxima do estádio.

Leia ainda: Cambistas agem livres e põem ingressos a R$ 200 em Florianópolis

Para evitar confusão, a polícia proibiu a entrada de torcedores com camisas do Corinthians na torcida do Figueirense neste domingo. "A gente é corintiano e ia passar por cima de tudo, e ir com a camisa, mas vimos no noticiário que vão barrar a entrada e achamos melhor não perder lugar no estádio num jogo desse", conta. Por redes sociais, os torcedores locais combinaram que aqueles que tiverem de ver o jogo do lado do Figueirense deve ir ao estádio com uma camiseta preta. "A invasão vai ser total e vai unir todos os devotos de São Jorge".

Leia tudo sobre: corinthiansfigueirensebrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG