Jogo teve um primeiro tempo parado e um segundo tempo melhor. Leandro Damião decretou o triunfo

null

Não foi uma grande atuação, o primeiro tempo chegou a dar sono, mas Dorival Júnior conseguiu exatamente o que precisava: uma vitória em sua estreia pelo Internacional . O treinador, apresentado na terça-feira , pouco tempo teve para trabalhar, mas conseguiu, com a ajuda de Leandro Damião, autor do gol decisivo, somar três pontos para o Inter na tabela.

O Botafogo encarou os donos da casa de igual para igual. Chegou a incomodar a defesa do Inter, mas sentiu as ausências de Elkeson e Loco Abreu. Coube a Leandro Damião, aos 13 minutos do segundo tempo, decretar o 1 a 0.

Entre para a Torcida Virtual do Inter e convide seus amigos

Grêmio tem a maior torcida do Twitter. Amplie a do Inter

Os dois times foram a campo sem surpresas. A grande atração era a estreia do técnico Dorival Júnior no Internacional. Ele foi aplaudido antes da bola rolar.

A partida parecia que seria disputada em alta velocidade. Damião tentou uma finalização logo a vinte segundos, mas o ritmo não foi mantido. O jogo de meio-campo foi interrompido por poucas vezes. Os goleiros até trabalharam no primeiro tempo, mas sem nenhuma grande chance de gol.

O time gaúcho voltou um pouco mais contundente para a segunda etapa. Damião, sempre ele, se aproveitou da maior produção do time para marcar o gol. Resultado final: 1 a 0.

O Inter chegou a 26 pontos, na 6ª posição. O Botafogo, com 29, segue em 5º. Os cariocas voltam a campo no sábado, 18h, quando recebem o Atlético-MG, no Engenhão. Os gaúchos jogarão no domingo, 16h, contra o Flamengo, no Beira-Rio.

O Jogo:
O Inter começou acelerado. Com 20 segundos, Nei já apareceu na linha de fundo e Damião já tentou uma finalização com a barriga. O Botafogo chegou aos nove, quando Herrera cabeceou, e Muriel defendeu. Antônio Carlos fez um gol de cabeça para o Botafogo, aos 15 minutos, mas estava impedido.

Os 20 minutos seguintes foram de muita tentativa, mas de poucas chances criadas. Jô teve uma cabeçada bloqueada pelo goleiro Jefferson, aos 35 minutos. Damião ainda arriscou um chute aos 45, sem muito perigo.

Um cruzamento de D´Alessandro, a nove minutos do segundo tempo, quase surpreendeu o goleiro Jefferson, que teve que tapear. No lance seguinte, ele segurou uma cabeçada de Leandro Damião.

O placar foi aberto aos 13, Zé Mário cruzou, Jô deu uma casquinha de cabeça e Damião cabeceou para fazer 1 a 0. O empate poderia ter saído aos 25, quando a bola sobrou para Maicosuel, dentro da área, de frente para o gol, mas ele chutou fraco, facilitando a vida de Muriel. O garoto Dellatorre, que havia acabado de entrar, fez bom avanço aos 27, tendo o chute parado por Jefferson.

Aos 30, Alex girou dentro da área e carimbou a trave de Muriel. Fábio Ferreira mandou uma cabeçada aos 32, passando sobre o gol gaúcho. Jefferson ainda fez um milagre aos 43, evitando o gol de cabeça de Rodrigo Moledo.

FICHA TÉCNICA - INTERNACIONAL 1 X 0 BOTAFOGO
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 17 de agosto de 2011, quarta-feira
Horário: 21h e 50 minutos (de Brasília)
Árbitro: Paulo Godoy Bezerra (SC)
Auxiliares: Kleber Gil e Marco Antonio Martins (SC).
Cartão amarelo: Élton, Bolívar (Internacional); Marcelo Mattos, Herrera (Botafogo).

GOLS:
Internacional: Leandro Damião, aos 13 minutos do segundo tempo.

INTERNACIONAL: Muriel; Nei, Bolívar, Rodrigo Moledo e Zé Mário; Élton, Guiñazu, Andrezinho (Tinga) e D´Alessandro (João Paulo); Jô (Dellatorre) e Leandro Damião.
Técnico: Dorival Júnior.

BOTAFOGO: Jefferson, Alessandro, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Cortês; Marcelo Mattos (Lucas Zen), Renato, Maicosuel (Cidinho) e Felipe Menezes (Thiago Galhardo); Herrera e Alex.
Técnico: Caio Júnior.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.