Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Na estreia como palestrante, Ronaldo tem ajuda de Marcelo Tas

Jogador falou em convenção sobre a Copa 2014 e decisão do Paulista, mas contou com auxílio do apresentador

Marcel Rizzo, iG São Paulo |

Tímido no início, soltinho no final, Ronaldo estreou em nova área: palestras motivacionais. Ele teve a ajuda do jornalista Marcelo Tas, apresentador do CQC, que atuou como mediador - o ex-jogador admitiu que não se sentiria bem falando sozinho. Para uma platéia de executivos na gestão de negócios para supermercados, em uma exposição na zona norte de São Paulo, o agora empresário da área de marketing esportivo falou sobre superação, filhos, lesões, contou como é a tensão pré-decisão por pênaltis e até fez brincadeira com Tas, santista:

Marcel Rizzo
Ao lado de Marcelo Tas, Ronaldo fez sua primeira palestra motivacional a uma platéia de executivos

“Domingo vou ver o jogo no meio da torcida do Corinthians , para dar sorte”, disse o jogador, sorrindo, se referindo à decisão do Paulista, entre seu ex-clube e o Santos , na Vila Belmiro. A assessoria de imprensa do clube não confirmou se o jogador realmente estará no estádio, mas duvida que a Policia Militar libere que o atleta fique no meio do “bando de loucos” (Ronaldo deixou o centro de convenções sem dar entrevista). O mais provável é que esteja em um camarote, ao lado do presidente Andrés Sanchez.

Fenômeno no microfone

O evento teve início às 8h40min, com dez minutos de atraso, mas Ronaldo não escondeu a cara e a voz do sono. “Estou meio lento, pessoal, não liguem”, disse, logo depois de ser anunciado por Tas quando ainda passava um vídeo com imagens de sua carreira.

O público, estimado em 800 pessoas, ouviu o atacante falar da infância pobre, da chegada à Holanda, sempre com a mesma reação: veneração. Ronaldo se mostrou bem humorado depois de um início tímido. Quando contou sobre o que passou pela sua cabeça antes de cobrar pênalti na semifinal da Copa do Mundo de 1998 na França, contra a Holanda, fez a platéia gargalhar. “Eu fui para a bola pensando em cobrar no cantinho. Quando cheguei na área, o goleiro estava olhando para o mesmo cantinho. Meu Deus, p.q.p, pensei”.

Houve momentos sérios, quando falou sobre a Copa do Mundo de 2014. Membro do comitê paulista para o evento , o jogador cobrou das autoridades campanha de educação para o povo brasileiro receber estrangeiros durante o Mundial. “O brasileiro é um povo educado, mas temos muito que melhorar para 2014. Os projetos de infraestrutura estão sendo feitos, mas preciso de campanhas de educação. Serão muitos turistas”, disse.

Com uma camisa com o nome de seu principal patrocinador, a empresa Hypermarcas, o jogador participou do evento convidado pela empresa – que ainda tem com ele um acordo, firmado em parceria com o Corinthians, mas mantido apesar de o jogador ter encerrado a carreira em fevereiro .

Brincando a todo momento sobre a decisão do Paulista de domingo, Tas encerrou a “palestra” dizendo que Ronaldo pode seguir a carreira de palestrante motivacional. “Ele é um comunicador, não é?, perguntou o jornalista ao público. “Melhor, não. Essa foi a primeira e a última”, disse.

Na saída, escapou dos jornalistas em um carrinho de golfe para conhecer a feira. A única pergunta que quase respondeu sobre voltar a jogar amistosos pelo Corinthians, como publicado nesta quinta-feira pelo “Diário Lance”. “O Andrés (Sanchez) falou isso?”, disse o jogador, sorrindo enquanto partia no carrinho. Ele pode assinar um novo contrato, com validade até o final de 2012 para participar de partidas isoladas. Resta saber se terá tempo para dar palestras também.

Leia tudo sobre: RonaldoCorinthiansCampeonato Paulista 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG