Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Na despedida, Jorge Wagner lamenta tabu contra o Corinthians e falta de título da Libertadores

Meia se despediu do São Paulo na goleada deste domingo sobre o Atlético-MG; a partir de 2011, ele jogará pelo Kashiwa Reysol, do Japão

Levi Guimarães, iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237854643077&_c_=MiGComponente_C

Depois do volante Richarlyson, na última sexta-feira, foi a vez de o meia Jorge Wagner se despedir do São Paulo na tarde deste domingo, na vitória por 4 a 0 sobre o Atlético-MG. Apesar de celebrar os quatro anos vitoriosos em que defendeu o clube, o camisa sete recordou também dois pontos negativos dessa passagem.

Duas coisas que marcaram negativamente a minha passagem pelo São Paulo foram não ter vencido um clássico contra o Corinthians e não ter vencido uma Libertadores. Disputamos quatro e não conquistamos esse título. Se tivesse conquistado com certeza a minha história aqui seria bem melhor, mas são coisas do futebol, afirmou o jogador em sua última entrevista no Morumbi.

AE
Jorge Wagner se emociona em sua despedida do São Paulo


O jejum de vitórias do São Paulo sobre o Corinthians está prestes a completar três anos e dez meses. O último triunfo, no dia 11 de fevereiro de 2007, aconteceu pouco menos de um mês antes da estreia de Jorge Wagner com a camisa do clube, no dia 8 de março do mesmo ano. Agora, ele deixa nas mãos dos que ficam a missão de acabar com o jejum.

Vai ficar para o próximo ano. Para a garotada que está subindo e para alguns reforços que vão chegar. Espero que eles possam quebrar esse tabu, disse o camisa sete, que ao longo das últimas quatro temporadas disputou 210 jogos pelo São Paulo e marcou 22 gols.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirofutebolsão paulo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG