Tamanho do texto

Time busca tirar a diferença para a Portuguesa, que está sete pontos à frente

A Portuguesa é líder desde a décima rodada da Série B e abriu boa vantagem na ponta desde então. Mesmo assim, faltando 11 jogos para o término da competição, o Americana ainda tem esperanças de assumir a liderança, mas para isso terá que primeiro vencer o Bragantino nesta terça-feira, às 20h30 (de Brasília) no Estádio Décio Vitta.

Sete pontos atrás da Lusa, a Águia vem embalada por duas vitórias fora de casa. Satisfeito com a equipe, o técnico Sérgio Guedes não esboçou mudanças no último treino e, portanto, deve manter o time que venceu o Grêmio-SP por 1 a 0 no sábado.

"Os jogadores vêm dando conta do recado. As partidas são todas muito difíceis e o mérito é deles, que se superam a cada jogo. Apesar disso, vamos procurar sempre melhorar para sairmos com os três pontos do campo", disse o treinador.

No Bragantino as pretensões são menores. Depois de sete jogos invicto, o Alvinegro vem tropeçando e somou apenas dois pontos em três partidas, afastando-se do grupo da frente. Com 41 pontos, a equipe de Bragança quer triunfar no duelo direto com o Americana para voltar a sonhar com o acesso.

"Vamos ter um compromisso difícil, de seis pontos, e temos que ir para Americana pensando só na vitória. Pensamos alto e temos que ir bem também fora de casa", declarou o zagueiro André Astorga.

Ao contrário do rival, o técnico Marcelo Veiga terá problemas para armar a equipe. Deyvid Sacconi e Léo Jaime sentiram lesões durante o treino de domingo e foram vetados. Já o artilheiro Lincom está suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Por outro lado, Eder volta a ficar à disposição, e o atacante Finazzi, repatriado pelo clube há dez dias, pode fazer sua estreia.

FICHA TÉCNICA
AMERICANA X BRAGANTINO

Local: Estádio Décio Vitta, em Americana (SP)
Data: 04 de outubro de 2011, terça-feira
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Claudinei Forati Silva (SP)
Assistentes: Rafael Ferreira da Silva e Marco de Andrade Motta Junior (ambos de SP)

AMERICANA: Jaílson; Luiz Felipe, Thiago Gomes, Henrique e Magal; Alê, Gercimar, Rafael Chorão e Fumagalli; Válber e Clodoaldo
Técnico: Sérgio Guedes

BRAGANTINO: Gilvan; Diego Macedo, Felipe, André Astorga e Luis Henrique; Luis Felipe (Luis Mário), Eder, Esley e Marcinho; Romarinho e Finazzi
Técnico: Marcelo Veiga

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.