Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Na briga por vaga entre titulares, Possebon mira Libertadores

Time da Baixada estreia na competição continental diante do Deportivo Táchira (Venezuela), dia 15, fora de casa

Gazeta |

Um dos jogadores que mais foram escalados como titular neste início de temporada no Santos, o volante Rodrigo Possebon ainda não conquistou definitivamente o seu espaço no onze inicial do técnico Adilson Batista. Isto porque, a concorrência por uma vaga entre os titulares deve aumentar quando Arouca e Charles forem liberados pelos médicos santistas e à disposição da comissão técnica - o primeiro pode voltar contra o Noroeste, sexta-feira, às 21h (horário de Brasília), na Vila Belmiro.

Consciente da forte que disputa que haverá por um lugar na equipe, Possebon destacou que prefere pensar em fazer o seu melhor jogo a jogo. "Particularmente, eu procuro não pensar muito adiante. Apenas na próxima partida. O Santos tem um plantel muito qualificado e quem vem jogar aqui sabe que isso vai enfrentar isso sempre. Temos grandes jogadores na posição, todos pensando em ajudar o grupo. Mas quem vai jogar depende da escalação do professor Adilson (Batista)", disse.

Já sobre a expectativa para a Copa Libertadores da América, o meio-campista contou que o elenco vem administrando bem a ansiedade, apesar de estar a apenas uma semana da estreia no torneio, diante do Deportivo Táchira (Venezuela), dia 15, fora de casa.

Segundo Rodrigo Possebon, a experiência dos jogadores mais velhos em Libertadores tem ajudado um pouco a controlar essa ansiedade antes da estreia. "É uma competição importantíssima, a mais importante da América. Quem jogou tem passado um pouco da sua experiência no campeonato, as velhas manhas de uma Libertadores. É importantíssimo começar um torneio desse tamanho com jogadores que já passaram por esse tipo de situação", concluiu.

Leia tudo sobre: SantosRodrigo PossebonLibertadores

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG