Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Na briga de artilheiros, Elano tem números melhores que Liedson

Rivais de Santos e Corinthians marcaram 11 gols cada. Igualdade entre os dois para por aí

Bruno Winckler, iG São Paulo |

A decisão do Campeonato Paulista entre Santos e Corinthians vai colocar frente a frente não só dois rivais históricos, mas também poder definir quem terminará esta edição do Estadual como artilheiro. Liedson, pelo Corinthians, e Elano, pelo Santos, dividem o posto de maiores goleadores desde o início do torneio. E chegam para os dois duelos decisivos com a mesma quantidade de gols: 11.

Tenha as estatísticas no seu iPhone e faça comparações entre times e jogadores

Com funções bem diferentes em campo, os dois construíram suas artilharias de forma bem diferente. Contratado para fazer gols, Liedson fez até agora o que se esperava dele nos 14 jogos que participou. Mostrando oportunismo, fez todos seus gols com a bola rolando se aproveitando da sua velocidade.

Já Elano fez quase metade de seus gols com a bola parada. Foram quatro de pênalti e um de falta nos 15 jogos em que esteve em campo.

De acordo com levantamento do FootStats, além destas diferenças, Elano leva boa vantagem em relação a Liedson em outros quesitos.

Nos passes, por exemplo, o santista acertou 85% das suas tentativas (379 certos e 66 errados). Já Liedson, com menos tentativas que Elano (445 a 255), acertou 80% dos passes que tentou (206 certos e 49 errados). Com essa estatística explica-se outra vantagem de Elano em relação a Liedson. O meia santista deu seis assistências para gol enquanto Liedson apenas uma.

Gazeta Press
Elano deixou sua marca no clássico contra o São Paulo
Até nas finalizações Elano apresenta números melhores que o atacante, que fez apenas um jogo a menos que o santista. Liedson tentou 50 chutes a gol e menos da metade, 22, tiveram o gol como alvo final do tiro. Já o meia arriscou 54 finalizações e conseguiu que 29 atingem o espaço entre as traves.

“Não importa quem vai ser o artilheiro. Nenhum jogador do campeonato tem a média de gols do Liedson”, disse Tite. Neste ponto, o treinador tem razão. Por ter um jogo a mais, Elano tem uma média de gols um pouco menor que Liedson. O corintiano tem 0,78 de gols por jogo e o santista 0,73.

“Foi bom chegar a artilharia e é bom estar disputando para ser artilheiro não sendo atacante. Mas antes disso quero ver o Santos campeão. Foi por isso que voltei ao clube”, disse Elano, no sábado, após marcar seu último gol na vitória contra o São Paulo.

O meia está lesionado e não foi com a delegação do Santos para o México, onde a equipe jogou com o América nesta terça-feira, pela Libertadores. A expectativa é que ele esteja em campo no domingo, recuperado da lesão muscular que sofreu no sábado.

Liedson, assim como Elano, não quer saber de ser artilheiro sem o título. “Antes de artilharia o jogador precisa de títulos. Vim para o Corinthians por isso. Em Portugal fui artilheiro muitas vezes, mas ganhei poucos títulos”, disse o atacante após a vitória contra o Palmeiras.
 

Leia tudo sobre: SantosCorinthiansCampeonato Paulista 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG