Tamanho do texto

Antigo treinador Ralf Rangnick caiu depois de decidir vender o o brasileiro Luiz Gustavo ao Bayern de Munique

A saída do volante Luiz Gustavo para o Bayern de Munique fez profundos estragos no Hoffenheim. Irritado com a negociação do brasileiro, o técnico Ralf Rangnick deixou neste domingo o comando do clube alemão. A princípio, seu substituto será o assistente Marco Pezzaiuoli.

Rangnick já havia deixado claro anteriormente que era contra a venda de Luiz Gustavo, que fazia boa temporada pelo Hoffenheim e tinha marcado dois gols em 17 rodadas no Campeonato Alemão. E após a negociação ser concluída no sábado, o treinador preferiu deixar o clube.

Contratado em 2006, Rangnick comandou a rápida ascensão do Hoffenheim da terceira para a primeira divisão do Alemão. Antes, ele já havia dirigido alguns clubes de relativa expressão, como Stuttgart e Schalke 04.