Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Mustafá se irrita com plano da oposição de se unir com Tirone

Ex-presidente do Palmeiras critica possível união e afirma: "Sempre vou cobrar a austeridade do clube"

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

O plano da oposição do Palmeiras de se unir com Arnaldo Tirone irritou Mustafá Contursi. O ex-presidente do clube afirmou que seria muito triste ver o mandatário que ajudou a eleger unido com nomes que prejudicaram as finanças de sua equipe.

Ele ainda afirmou que continuará a cobrar a austeridade no seu clube independente de união ou não de Tirone com nomes como Wlademir Pescarmona, por exemplo.

“Lamento muito que exista essa possibilidade de união entre as duas partes. O grupo que estava no poder prejudicou as finanças do clube e muito e fizeram coisas que não são benéficas para o Palmeiras. Seja lá o que acontecer, como membro nato do COF e ex-presidente, vou cobrar a austeridade sempre”, disse Mustafá.

O ex-presidente tem irritado alguns conselheiros de seu clube. Suas aparições públicas são classificadas como destrutivas por parte dos dirigentes e companheiros de Conselho. O exemplo da Arena é o mais recorrente.

Até por isso, oposicionistas vêem a união com Arnaldo Tirone como a grande chance para dar paz política ao clube. Tirar o poder das mãos de Mustafá, segundo eles, é o melhor jeito de deixar o time respirar tranquilamente. 

Leia tudo sobre: palmeirasarnaldo tironemustafá contursi

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG