Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Mustafá Contursi nega que tenha elogiado projeto de Walter Torre

Ex-presidente disse que perdeu a consideração pelo dono da WTorre e manteve críticas ao contrato

Danilo Lavieri e Marcel Rizzo, iG São Paulo |

O ex-presidente palmeirense Mustafá Contursi disse que nunca elogiou o projeto elaborado por Walter Torre para a construção da Arena, como comentou o empresário em entrevista ao iG. Crítico do contrato entre o clube e a construtora, Contursi negou que queira a paralisação da obra, mas sim que o contrato seja refeito.

“Estive com o Walter Torre como presidente do sindicato patronal dos clubes. Ele estava com idéia de construir cinco arenas e queria algumas sugestões. Em nenhum momento conversamos sobre Palmeiras ou ele entrou em detalhes sobre projeto. Ele é um sujeito elegante, de grande projeção, mas se disse isso (da aprovação de Mustafá) perdeu minha consideração”, disse Contursi.

O palmeirense citou até pessoas que estavam presentes no encontro, que ocorreu em 2008. “O Paulo Remy (sócio de Walter Torre), o Marco Antônio Bologna (CEO da TAM, na época diretor da WTorre) e o (Luís Fernando) Davantel (então presidente da WTorre)”, disse Mustafá. Walter Torre também citou a presença de Remy na reunião para confirmar o que disse.

Contursi rejeitou estar atrapalhando negociações comerciais da construtora com possíveis investidores com suas reclamações públicas. A WTorre enviou numa notificação ao Palmeiras pedindo para que membros do Conselho do clube parassem de criticar a empresa publicamente.

“Não tenho nada a ver com as negociações da WTorre com possíveis investidores. O que me preocupa é o clube. O Palmeiras está perdendo sócios, já que o clube social está em reforma. Pelo que sei, a idéia era que só se demoliria parte do clube quando estivesse construída as torres para substituirem os equipamentos dos associados”, disse Contursi.

O clube, segundo o ex-presidente, gasta cerca de R$ 100 mil mensais alugando quadras e alojamentos para associados, que precisaram deixar o clube na Rua Turiassu por causa da reforma. Aliado do atual presidente Arnaldo Tirone na eleição de janeiro, Contursi tem se afastado do “pupilo”, que por não deve tentar modificar o contrato com a construtora.

“O Tirone é independente. Eu não tenho que me preocupar se ele vai seguir minha opinião. Mas estou defendendo o clube”, disse Contursi.

Leia tudo sobre: Palmeiraswtorrearena palestra

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG