Principal alvo dos vândalos foi o presidente do Cruzeiro, Zezé Perrella, chamado de "safado" e "ladrão" nas mensagens

O presidente do clube também foi alvo de críticas
AE
O presidente do clube também foi alvo de críticas
A indignação dos torcedores do Cruzeiro depois da eliminação na Libertadores e da derrota no primeiro clássico da decisão do Mineiro ficou evidente no Centro de Treinamento do time. Os muros da Toca da Raposa II amanheceram nessa quarta-feira com pichações contra o presidente Zezé Perrella, dizendo que as conquistas do Campeonato Mineiro e do Brasileiro agora são uma obrigação. 

Siga o iG Cruzeiro no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Os muros da Toca da Raposa II foram pichados em tinta azul, com três mensagens. Uma delas dizia “Mineiro e Brasileiro agora é obrigação”, enquanto as outras duas se dirigiam ao presidente do clube, Zezé Perrella. “Perrela safado ladrão” e “Sai fora Perrela” eram os recados dos torcedores vândalos para o mandatário cruzeirense.

E essa não é a primeira manifestação de revolta dos torcedores do Cruzeiro com o atual momento do time. Depois da partida contra o Once Caldas, na Arena do Jacaré, o carro do lateral Pablo foi depredado por torcedores no estacionamento .

Apoio

Se alguns protestam pichando muros, outros preferem apoiar no estádio. Os 15.492 ingressos colocados à venda para o segundo clássico da decisão no próximo domingo se esgotaram em apenas quatro horas de comercialização. Além dos ingressos vendidos, cerca de 3 mil sócios têm entrada garantida na Arena do Jacaré sem precisar comprar ingresso. Dessa forma, o público estimado é de 18 mil pessoas no estádio.

Muros da Toca da Raposa II amanheceram pichados
Futura Press
Muros da Toca da Raposa II amanheceram pichados

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.