Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Muricy volta atrás e elogia arbitragem de Amarilla no Uruguai

Após disparar contra o árbitro paraguaio e acusá-lo de perseguição a Neymar, treinador elogia árbitro

Samir Carvalho, iG Santos |

O técnico Muricy Ramalho mudou o discurso em relação aos árbitros antes da decisão da Copa Libertadores da América, diante do Peñarol, nesta quarta-feira, às 21h50 (de Brasília), no estádio do Pacaembu. Após disparar contra o árbitro paraguaio Carlos Amarilla depois do empate sem gols em Montevidéu , Muricy voltou atrás e resolveu elogiar a arbitragem no estádio Centenário na semana passada.

“Demos sorte na arbitragem na Libertadores. Pegamos o Amarilla, a arbitragem foi perfeita no Uruguai. Melhorou muito a arbitragem na Conmebol. O jogo foi duro, mas foi tranquilo”, afirmou Muricy Ramalho.

Apesar dos elogios nesta terça-feira, Muricy acusou Amarilla de estar perseguindo o atacante Neymar durante o primeiro jogo da final. Segundo o treinador, o árbitro ameaçou expulsar o atacante, que chegou a ser advertido com um cartão amarelo por simulação de falta ainda no primeiro tempo.

Irritado com tal postura, Muricy mandou um recado ao árbitro, dizendo que substituiria Neymar da partida , temendo que Amarilla expulsasse o camisa 11 do Santos.

O árbitro argentino Sergio Pezzotta apitará o duelo entre Santos e Peñarol, nesta quarta-feira.
 

Leia tudo sobre: SantosCopa Libertadores 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG