Técnico do Santos comentou ainda que a atual edição da Copa América está aquém do esperado

Atual técnico campeão brasileiro e da Copa Libertadores da América, o técnico Muricy Ramalho demonstrou seu total apoio ao trabalho realizado por Mano Menezes a frente da seleção brasileira . O treinador do Santos evitou críticas à seleção por seus resultados mais recentes, seja em amistosos ou na estreia na Copa América , quando empatou sem gols com a Venezuela, e defendeu a renovação promovida por Mano no Brasil.

"O Brasil está fazendo o correto. Pode ser que a seleção não tenha resultados tão positivos agora, mas em dois anos ela vai estar no seu auge psicológico e de experiência. O Mano está montando uma equipe jovem e de qualidade", enalteceu Muricy.

O comandante santista, que recusou o cargo de técnico da seleção brasileira há um ano, para não romper seu vínculo com o Fluminense - o que deu espaço para a contratação de Mano Menezes -, ainda comparou o trabalho feito pelo Brasil com a Argentina.

Para Muricy Ramalho, a opção da seleção argentina em convocar jogadores mais experientes priorizou o resultado imediato ao invés da preparação para a Copa do Mundo de 2014, no Brasil. Na opinião do treinador do Peixe, essa não era a melhor escolha a ser adotada pelos argentinos para a disputa da Copa América.

"Me surpreende essa postura da Argentina. A Copa do Mundo no Brasil é daqui a pouco, em 2014. Só que eles preferiram colocar um time mais velho para tentar ganhar e dar força ao técnico que eles escolheram (Sérgio Batista). Porém, as coisas não estão saindo como ele pensava que iria acontecer. Por isso, eu disse que o pensamento do Brasil está correto. O nosso objetivo não é agora, ganhar a Copa América. A nossa meta é preparar a seleção para a Copa do Mundo", comentou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.