Treinador brincou com o fato de Ganso ter participado do parto do filho de Neymar nesta quarta-feira

null

O técnico Muricy Ramalho revelou os bastidores do nascimento do primeiro filho de Neymar . Ao lado de Ganso , o atacante invadiu o quarto do treinador na concentração na noite da última terça-feira, no CT Rei Pelé, para pedir a liberação para o parto do filho na manhã desta quarta-feira, no Hospital São Luiz, em São Paulo.

Veja a classificação e a tabela de jogos do Brasileirão

O treinador disse que não poderia negar o pedido de Neymar, mas brincou com a presença de Ganso no parto. Muricy deixou a entender que a intenção do camisa 10 era “fugir” da concentração.

Siga o Twitter do iG Santos e receba notícias do time em tempo real

“Em relação ao Neymar é importante participar desse momento, ele e o Ganso invadiram o quarto ontem à noite pedindo para participar lá. Sou um cara família, não poderia dizer não. Ele nunca deixa de treinar, está sempre feliz. Não tinha porque negar isso, levou o padrinho Ganso. Padrinho participar do parto? Isso eu nunca vi (risos). Eles participaram, correram, então está tudo bem”, brincou Muricy.

Entre para a Torcida Virtual do Santos e convide seus amigos

O treinador disse que o nascimento de Davi Lucca, filho de Neymar, não atrapalhou o desempenho das duas estrelas santistas na vitória contra o Fluminense por 2 a 1 nesta quarta-feira, na Vila Belmiro. Apesar de não marcar gols, o camisa 11 deu assistência e levantou a torcida com jogadas de efeito. No segundo tempo, Neymar aplicou dois “chapéus” em Lanzini no mesmo lance.

Muricy também exaltou a participação de Paulo Henrique Ganso. O treinador acredita que o meia está voltando a melhor forma física e técnica, e elogiou o desempenho do atleta nos jogos contra Bahia e Fluminense.

“O Ganso está correndo melhor, no jogo contra o Coritiba correu muito, mas de forma desorganizada. Participou mais, ficou muito tempo parado. Como não tem tempo para treinar vai ser no ritmo de jogo, ele está participando mais, arrumou pênalti na Bahia”, concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.