Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Muricy reconhece que escalação não encaixou

Treinador apontou que o principal defeito do Fluminense no empate contra o Goiás foi a falha na saída de bola da equipe

Marcello Pires, iG Rio de Janeiro |

Assim como o torcedor que compareceu em grande número ao Engenhão, o técnico Muricy Ramalho reconheceu que o time não esteve bem no primeiro tempo. No entanto, o treinador não acha que faltou vontade aos jogadores. Para ele, o grande pecado da equipe foi a saída de bola e a enorme quantidade de passes errados.

Não acho que faltou vontade, não. O problema é o que time não encaixou, ficamos sem saída de bola, com o Fred isolado lá na frente sem ter com quem jogar e não conseguimos sair da defesa armada pelo Goiás. Eu estava torcendo para acabar logo o primeiro tempo para tentar consertar no intervalo, explicou Muricy.

A conversa pelo visto deu certo. Embora o time não tenha conseguido a vitória, o Fluminense entrou com outra atitude no segundo tempo. E Muricy acredita que a melhora se deu principalmente por causa das entradas de Diguinho e Washington. Se o primeiro deu mais qualidade ao passe, o segundo empurrou a defesa do Goiás para seu campo.

Eles entraram bem e obrigaram o Goiás a ficar mais na defesa. O Washington aprofundou o jogo e com isso nossos laterais ganharam campo para jogar. Perdi o número de vezes que o Mariano e o Carlinhos foram ao fundo", afirmou Muricy.

Apesar da clara falta de ritmo de Fred, o técnico do Fluminense afirmou que gostou da atuação do atacante. Principalmente na parte física, já que o craque não participava de um jogo inteiro há aproximadamente três meses.

Eu acho que para quem estava tanto tempo parado ele foi bem. O Fred nos surpreendeu na parte física, até porque foi muito exigido durante a semana e nós tínhamos um receio que ele pudesse sentir, disse o treinador do Fluminense.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirofluminensefutebol

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG