Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Muricy reclama de calendário e pede investimentos no Fluminense

Para o treinador da equipe carioca, estaduais devem ser reduzidos para diminuir o número de lesões: ¿Estamos machucando nossos jogadores

Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237882213297&_c_=MiGComponente_C

Campeão brasileiro pela quarta vez no último domingo, o técnico do Fluminense, Muricy Ramalho, não deixa de trabalhar. O comandante aproveitou a palestra da Footecon (Fórum Internacional de Futebol), que acontece nesta terça-feira, no Rio de Janeiro, para pedir investimentos em infraestrutura no Fluminense e para reclamar do calendário brasileiro.

Falei ontem (segunda-feira) na festa, falei depois do jogo. A gente não pode parar, se não as pessoas se acomodam. Amanhã vou falar de novo disso, porque só assim a coisa acontece. Tomara que eles entendam, eu quero melhorar. Não podemos sofrer tanto como esse ano, foi demais, declarou o treinador, em referência à estrutura do clube nas Laranjeiras.

Muricy também falou sobre o calendário desgastante, que segundo ele está provocando um grande número de lesões. Nós tivemos um exemplo: perdemos o Ganso por um bom tempo. Às vezes, a gente reclama de jogo na quarta e no domingo e as pessoas acham que a gente só reclama, que é chato. Para se ter uma ideia, faltando quatro rodadas para o Campeonato Brasileiro terminar, nós tivemos o dobro de lesões do ano passado. Estamos machucando nossos jogadores, disse Muricy.

Para o treinador, a alternativa é diminuir ou mesmo acabar com os campeonatos estaduais. Tem que mexer no estadual, e é uma guerra. Uma vez fui até a reunião na Federação Paulista para definir a questão de datas do campeonato. Os treinadores lá concordando com tudo, porque eles só vão lá para concordar. Ai eu perguntei: Quando é que vou treinar? Se eu perder uma eu caio, e o que acontece comigo é problema meu, né, desabafou o treinador.

Voltando no tempo, o técnico fez um agradecimento público ao técnico Carlos Alberto Parreira, organizador do fórum. "O Parreira chegou no São Paulo em 1996 e eu tinha vários convites pra sair, mas optei por ficar para aprender. Eu não sou um cara que aparece muito, que fala muito, mas eu estudo muito. Para ficar todo tempo ali no topo, ganhando títulos, não é fácil. Então nunca tive a oportunidade e queria agradecer publicamente ao Parreira por tudo que ele me ensinou", encerrou Muricy.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirofluminense

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG