Pela Libertadores, Santos encara fora de casa nesta quinta-feira o time peruano, que perdeu os dois jogos que fez na competição

Muricy Ramalho, técnico do Santos
AE
Muricy Ramalho, técnico do Santos
Depois de bater o Internacional  na última quarta-feira e conquistar a primeira vitória na Copa Libertadores , o Santos volta a jogar pela competição diante do Juan Aurich (Peru), nesta quinta, em Chiclayo. Precavido, o técnico Muricy Ramalho pede respeito ao time peruano, lanterna do grupo 1 com duas derrotas e nenhum ponto conquistado.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Aparentemente é o mais fraco do grupo, mas o Inter sofreu para ganhar deles no Beira-Rio", afirmou Muricy, receitando ao Santos que mostre contra o Juan Aurich o mesmo futebol apresentado no triunfo sobre o Inter, na Vila Belmiro.

Leia também: Muricy comemora retorno do volante Adriano ao time

"Temos de jogar igual nós fizemos contra o Inter, que é uma equipe de qualidade. O nosso time foi muito forte e compacto contra eles. Desta forma, se repetirmos o que apresentamos na quarta, podemos sair vencedores de lá", disse o treinador.

Veja ainda: Santistas reconhecem atuação fraca diante do Mogi Mirim

O Santos é o vice-líder do grupo 1, com três pontos ganhos, levando vantagem sobre o Inter no saldo de gols (1 a 0 para os santistas). O The Strongest (Bolívia), com seis pontos, lidera a chave, com 100% de aproveitamento.

Ajude a aumentar a torcida virtual do Santos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.