Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Muricy ignora briga entre Ganso e direção: “É problema dele"

Para treinador santista, o que importa é apenas o desempenho do jogador dentro de campo no Mundial de Clubes

Samir Carvalho, enviado iG a Nagoya |

EFE
Ganso está confirmado no time do Santos para a partida contra o Kashiwa Reysol, pela semi do Mundial de Clubes
O técnico Muricy Ramalho não está preocupado com mais uma polêmica envolvendo o meia Paulo Henrique Ganso e os dirigentes do Santos. O treinador ressaltou que está preocupado com o desempenho do jogador dentro de campo, e ignorou o fato de Ganso ter negociado 10% dos seus direitos econômicos com a DIS, braço esportivo do Grupo Sonda.

Jornal espanhol comete gafe e troca símbolo do Santos pelo da Ponte Preta

“Eu sou um treinador do campo, em coisa de contrato não me meto. Não sou arquiteto ou jardineiro, sou técnico de futebol. O resto é problema dele (Ganso) e de quem cuida dele", afirmou Muricy.

Ganso também utilizou o mesmo discurso quando foi questionado sobre a polêmica. Segundo ele, o problema com a diretoria não terá interferência em seu desempenho no Mundial.

Leia também: Muricy cobra respeito à hierarquia e manda recado a Léo

“A negociação é uma coisa que a gente deixa para os bastidores. Só penso nessa partida (diante do Kashiwa Reysol, dia 14) e em uma bela vitória. Sou o camisa 10, e tenho que chamar a responsabilidade”, afirmou Ganso.

A DIS pagou à vista R$ 5 milhões pelos 10% e cobriu uma oferta da BWA, empresa que administra venda de ingressos e começou a investir em porcentagem de atletas de futebol. Com isso os investidores ficaram com 55% dos direitos de Ganso, contra 45% do Santos.

Com Ganso vestindo a camisa 10, o Santos está escalado para a estreia no Mundial de Clubes da Fifa, no Japão, diante do Kashiwa Reysol, nesta quarta-feira, às 8h30 (de Brasília), em Toyota. A equipe santista jogará com a seguinte formação: Rafael, Danilo, Edu Dracena, Bruno Rodrigo, Durval; Henrique, Arouca, Elano, Ganso; Neymar e Borges.

Leia tudo sobre: santosmundial de clubesmuricy ramalhoganso

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG