Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Muricy esnoba reforços da diretoria e pede ‘jogadores de peso’

Treinador disse que Rychely e Roger são atletas para compor elenco, e pediu refoços do nível de Borges

Samir Carvalho, iG Santos |

Futura Press
Borges é um exemplo de reforço, segundo Muricy
O técnico Muricy Ramalho revelou que tem insistido para a diretoria do Santos contratar reforços para a disputa do Campeonato Brasileiro. Se não bastasse, o treinador mandou um recado para os dirigentes: não quer atletas do nível de Rychely e Roger Gaúcho, que foram contratados pelo clube, e segundo Muricy, são investimentos da diretoria que servem apenas para compor elenco.

Muricy já deixou claro que espera ‘jogadores de peso’, que tenham condições de atuar na equipe titular, e usou como exemplo a contratação do atacante Borges, que estava no Grêmio.

“O Rychely e o Roger são jogadores que o clube contratou para investir, para compor elenco. O Borges, não. Já é consagrado. O que eu tenho pedido aos dirigentes são jogadores desse nível, que venham para ganhar o Brasileiro”, afirmou Muricy Ramalho.

Muricy acredita que o atual elenco santista não tem condições de vencer o Campeonato Brasileiro. Além da qualidade dos atletas, o treinador lembra que o Santos perderá Neymar, Ganso e Elano, que servirão a seleção brasileira na Copa América da Argentina. Caso o Brasil chegue à final da competição, os atletas podem desfalcar a equipe santista em sete rodadas do Brasileiro.

“Temos um bom time, mas não um bom plantel para o Brasileiro. Vamos sofrer na Copa América (em julho), pois três jogadores importantes estão convocados (Neymar, Elano e Ganso). Se não melhorarmos o nosso elenco, não teremos a mínima chance”, concluiu.

Leia tudo sobre: SantosMuricy Ramalhomercadobrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG