"Temos dois gênios, o Corinthians não teve chances, nosso goleiro quase não jogou", disse o técnico

Gazeta Press
Muricy Ramalho começou seu trabalho no Santos com o Paulistão já em andamento
Após o título paulista conquistado, neste domingo, diante do Corinthians , na Vila Belmiro, o técnico Muricy Ramalho exaltou a força do Santos , elogiou os dois principais jogadores do time – Neymar e Ganso – e disse que o Corinthians foi inofensivo na decisão.

Veja também

Baixe pôster do Santos campeão paulista

Veja quais foram os principais destaques do título do Santos

"Temos dois gênios, o Corinthians não teve chances, nosso goleiro quase não jogou. Não sofremos pressão. O time tem dois gênios, craques, são mágicos, com certeza tive a felicidade de trabalhar com esses jogadores. O Corinthians não teve chances, nosso time está muito forte”, disse Muricy.

Após a vitória do Santos, Ganso desceu dos camarotes para receber um abraço de Neymar
AE
Após a vitória do Santos, Ganso desceu dos camarotes para receber um abraço de Neymar

Muricy Ramalho ainda demonstrou humildade após o título paulista conquistado diante do Corinthians. O treinador quis dividir os méritos da conquista com os ex-treinadores da equipe santista nesta temporada: Adilson Batista e Marcelo Martelotte.

“Estou indo bem, aprendendo ainda. Eu peguei no final e o time teve um comportamento muito bom, pois teve dois grandes treinadores (Adilson e Martelotte)”, afirmou Muricy Ramalho.

Apesar de demonstrar humildade, Muricy disparou contra os críticos que lembram os fracassos do treinador na Copa Libertadores da América. “O problema é que eu não ganhei Libertadores né. Mas não sou técnico de mata mata, sou técnico de futebol”, disparou o treinador.

null

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.