Tamanho do texto

Antes de disputar o Mundial de Clubes da Fifa em dezembro no Japão, clube aposta em campeões brasileiros

Após vencer quatro competições em um ano e meio, o Santos pode alcançar outra marca histórica: conquistar a tríplice coroa ( Copa Libertadores , Campeonato Brasileiro e Estadual ), feito jamais conseguido por clubes brasileiros que venceram a Copa Libertadores da América, desde a primeira edição do Campeonato Brasileiro em 1971.

Entre para a Torcida Virtual do Santos e convide seus amigos

Para isso, a equipe santista aposta em Muricy Ramalho e Borges para levantar o troféu brasileiro e seguir em busca da quádrupla coroa. Caso isso aconteça, o Santos conseguirá um feito parecido ao de 1962 e 63, quando o clube conquistou quatro títulos por temporada: Estadual, Taça do Brasil, Libertadores e Mundial.

Siga o iG Santos no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Antes de disputar o Mundial de Clubes da Fifa em dezembro, no Japão, o Santos só tem um objetivo na disputa do Campeonato Brasileiro: conquistar o título, pois a equipe santista já tem vaga garantida na Libertadores da próxima temporada.

O atacante Borges, que jogando pelo São Paulo, venceu duas vezes o Brasileiro, segue o discurso do técnico Muricy Ramalho, e promete não abandonar a competição nacional. Muricy, que já venceu o principal campeonato do país em quatro oportunidades, já avisou que o Santos lutará pela conquista da tríplice coroa.

“Importante brigar pelo titulo do Brasileiro, aqui não vai ter essa de que já ganhou a Libertadores, e só pensar no Mundial. Fiquei muito feliz, vamos jogar o Mundial, mas claro que é o momento de pensar no Brasileiro, já que temos qualidade e condição de brigar pelo título”, afirmou Borges, que aposta no currículo e na seriedade de Muricy para não desistir do Brasileiro.

“Com o Muricy não tem relaxamento, ele fala aqui é trabalho, tem que saber da responsabilidade e cobrança da camisa do Santos, e termos a consciência que se não formos bem no Brasileiro, já começa a pressão. Somos experientes, corpo mole e relaxamento não vai existir”, disse.