Treinador está satisfeito com o retorno do meia ao time do Santos, e destaca a qualidade do atleta nos desarmes

nullAlém da categoria na armação das jogadas, o meia Paulo Henrique Ganso agradou o técnico Muricy Ramalho em mais dois fundamentos em seu retorno ao Santos nas últimas rodadas que o atleta entrou em campo. Para o treinador, o camisa está mais forte e roubando mais bolas do adversário.

“Ele roubou várias bolas no jogo (no empate contra o Atlético-GO) e isso chama atenção. E ele só faz isso quando está forte. Então você tem que mostrar que ele fez isso porque está bem fisicamente”, afirmou Muricy Ramalho.

Veja também: Muricy aprova reservas e titulares em teste para o Mundial

Ganso está com 82kg atualmente. O atleta voltou mais forte após a recuperação da cirurgia no joelho e também do tratamento de uma lesão muscular. Na temporada passada, o camisa 10 estava com 78kg. Muricy apoia e comemora a evolução física do camisa 10.

“Mostrei a ele que os caras batiam nele e caíam, pois ele está muito forte. Isso faz diferença”, disse.

Segundo estatísticas do Footstats, Ganso realizou quatro desarmes no jogo contra o Atlético-GO, última partida que disputou. Foram três certos e um errado. O atleta que atuou em apenas 12 jogos no Campeonato Brasileiro, soma 17 desarmes na competição.

Santos já pensa no Japão, mas Brasileirão não acabou! Confira a classificação

Além das novas virtudes, Ganso voltou a fazer gols. O meia salvou o Santos da derrota contra o Atlético-GO, marcando o gol de empate por 1 a 1 aos 50 minutos do segundo tempo. O gol contra os goianos foi o segundo dele na competição, já que Ganso também balançou as redes no clássico contra o São Paulo.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.