Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Muricy completa um ano no Santos, faz balanço e exalta títulos

Muricy também disse que um dos objetivos para o futuro do seu trabalho no Santos é acabar com a concentração

AE |

Getty Images
O técnico Muricy Ramalho já conquistou dois títulos pelo Santos
Ao completar nesta sexta-feira um ano no comando do Santos, o técnico Muricy Ramalho fez um balanço do trabalho realizado até agora. E tratou de exaltar os títulos conquistados no período, como prova do sucesso alcançado por ele - foi campeão do Paulistão e da Libertadores, além de chegar ao vice-campeonato mundial.

 "Acho que para você acrescentar algo quando chega num time grande é preciso ganhar títulos. Isso eu ganhei. O resto é conversa. Fazer propaganda do trabalho não é do meu estilo. Em todos os lugares em que eu vou, comprovo a minha eficiência com títulos", avaliou Muricy, ressaltando que mantém a luta para seguir sendo campeão.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Muricy acertou contrato com o Santos em 6 de abril de 2011. Naquele mesmo dia, foi à Vila Belmiro para assistir à vitória sobre o chileno Colo Colo, por 3 a 2, pela quarta rodada da Libertadores. Desde então, o treinador já comandou o time santista em 70 jogos, somando 37 vitórias, 15 empates e 18 derrotas nesse período.

"É um privilégio e uma honra estar no Santos no ano do centenário, porque aqui jogou o melhor do mundo. Não teve ninguém melhor do que Pelé. Para quem jogou futebol na minha época, a gente valoriza demais esses caras, porque eram nossos ídolos. Daqui a pouco, quem sabe, o Neymar possa ser o segundo melhor do mundo", disse Muricy.

Leia mais: Santos inicia a pré-venda de novas camisas através de loja virtual

Durante a entrevista, Muricy confirmou que um dos objetivos para o futuro do seu trabalho no Santos é acabar com a concentração. "Não tem sentido os atletas não assumirem a responsabilidade de se cuidar bem. Não é possível, no regime profissional e com o dinheiro que eles ganham, não ter essa responsabilidade. A concentração é uma muleta para o jogador", afirmou.

Confira ainda: Veja o que espera cada brasileiro nas rodadas finais da Libertadores

O treinador revelou que vem diminuindo o período de concentração do elenco santista desde o começo deste ano e que vai diminuir ainda mais. "Para acabar, vai depender deles. Se não se comportarem, volta a ser como antigamente", explicou Muricy, que contou que tem tido uma boa resposta dos jogadores com essa iniciativa.

Entre para a torcida virtual do Santos: 

Leia tudo sobre: SantosMuricy Ramalhoconcentração

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG