Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Muricy comemora vitória e se irrita com 'Caso Ganso'

Treinador reclama das especulações sobre a saída de Ganso do Santos e pede que imprensa pense na seleção

Gazeta |

O técnico Muricy Ramalho viu o Santos vencer o Ceará por 1 a 0 , neste domingo, e deixar para trás a sequência de três derrotas, que havia colocado o time na zona de rebaixamento.

Mesmo sem grandes participações individuais, o Santos conseguiu a vitória no Estádio do Pacaembu que, para o treinador, é a única coisa que interessa: "No futebol tem horas que você precisa ganhar jogos só para retomar a confiança. Contra o Flamengo e o Atlético-PR , nós jogamos bem e perdemos, contra o Vasco não fomos bem mesmo, mas hoje tínhamos que ganhar, não importava como. É claro que o Santos, por ser Santos, precisava jogar mais, mas nesse momento o importante era a vitória", afirmou.

Muricy fez uma alteração no time que chamou a atenção, já que aconteceu aos 27 minutos do primeiro tempo, após o lateral Leandro Silva, estreante da tarde, tomar cartão amarelo.null

Com a entrada de Diogo, o volante Arouca foi deslocado para a lateral direita, onde teve atuação de gala: "O Arouca já jogou de lateral direito comigo no São Paulo. Então, não foi novidade. Ele fez boas triangulações com o Elano e o Ganso, melhorou muito o time", disse.

O único motivo de irritação do treinador santista após a partida foram as e speculações envolvendo o meio-campista Ganso que, segundo Muricy, tende a ficar desconcentrado: "O cara estava quieto e não param de perguntar. Tem que deixar o cara em paz. Se não pensam no Santos, pensem na seleção. Ficam falando toda hora de transferência, o jogador não fica concentrado", disparou o comandante.

"Vai chegar a um momento em que ele não terá satisfação para jogar, é toda hora, está ficando chato esse negócio", finalizou.

Leia tudo sobre: futebolsantoscearábrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG