Tamanho do texto

Treinador diz que lateral deixou o time devido a lesão e não aceita contestação: "Eu determino as coisas e assim tem que ser"

Se há algo que o técnico Muricy Ramalho exige é respeito à hierarquia. “Respeito demais jogador, mas eu determino as coisas e assim tem que ser”, disse o treinador. A frase tem um alvo: o lateral Léo, que perdeu a posição no time do Santos e sentará no banco de reservas diante do Kashiwa Reysol, nesta quarta-feira, às 8h30 (de Brasília), pelo Mundial da Fifa.

EFE
Léo foi poupado na segunda e depois voltou ao time, mas não será titular na estreia
Leia mais: Jornal espanhol troca escudo do Santos pelo da Ponte Preta

Ainda no Brasileirão, Léo perdeu a posição devido a uma tendinite no joelho. O zagueiro Durval, improvisado na lateral, foi bem e acabou mantido. "Eu tive um ano maravilhoso, mas eu machuquei. Entrou o Durval, e o técnico acha que melhorou a defesa”, disse Léo, sem esconder uma pontinha de mágoa com a decisão. "Eu joguei o ano todo, e nos melhores jogos fico de fora...", disse.

Veja ainda: Corintianos picham muro e ironizam o Santos no Japão

Apesar de insatisfeito, Léo diz entender a decisão do técnico. “Não teve briga nenhuma. Como vou brigar com a pessoa que mais me ajudou em um problema pessoal que tive? E outra: não me considero reserva, são só dois jogos. É opção", declarou.

Mundial de clubes: Veja a tabela de jogos da competição que rola no Japão

Muricy reforça o discurso do jogador. “O Léo saiu pela contusão. Tanto que ele continua com dificuldade”, disse o técnico, lembrando que Léo chegou a desfalcar o time em treinos realizados no Japão. "O relacionamento é perfeito".

Veja ainda: Treino do Santos em solo japonês tem até paquera a Neymar

Para evitar incidentes, o treinador mantém-se afastado dos atletas. “Aqui (no Japão) não sou muito de estar com os jogadores. Eles estão em andar diferente do meu, caso contrário fica chato demais”, completou.

Com Léo no banco de reservas, o Santos está escalado para a estreia diante do Kashiwa Reysol, em Toyota. A equipe santista jogará com a seguinte formação: Rafael, Danilo, Edu Dracena, Bruno Rodrigo, Durval; Henrique, Arouca, Elano, Ganso; Neymar e Borges.