Tamanho do texto

Técnico do Santos ressaltou a importância dos próximos duelos do time da baixada, pelo Paulistão e Libertadores

selo

O técnico Muricy Ramalho não concorda com a tese de que algumas derrotas acontecem no momento certo, mas está usando o tropeço de domingo passado, contra o São Caetano, para forçar nos treinos da semana sem jogo, visando às duas importantes partidas de domingo e da quarta-feira que vem.

Leia mais: Neymar admite sonho europeu, mas diz que pode ficar no Santos após 2014

Muricy Ramalho aumenta o ritmo de treinamento dos jogadores do Santos
AE
Muricy Ramalho aumenta o ritmo de treinamento dos jogadores do Santos
Contra o Catanduvense, domingo à tarde, no encerramento da fase de classificação do Campeonato Paulista, o Santos vai precisar dos três pontos para se garantir entre os quatro primeiros colocados e, assim, ter o direito de jogar em casa nas quartas de final. E na quarta-feira que vem, com a vitória diante do The Strongest, terminará a fase de grupos da Libertadores como líder da chave.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Além da bronca que deu internamente no grupo, durante a reapresentação na terça-feira, Muricy determinou que os jogadores trabalhassem pesado em dois períodos.

Infográfico: Almanaque do centenário do Santos

Nesta quarta, todo o elenco trabalhou na caixa de areia para fortalecer a musculatura. Os mais exigidos foram Neymar, Ganso, Rafael, Edu Dracena e Arouca, que não treinaram no dia anterior porque foram a Brasília para participar da sessão solene da Câmara dos Deputados em homenagem ao centenário de fundação do Santos . Nesta quinta, novamente serão realizados treinos em dois períodos.

Confira ainda: Bernardo comemora reencontro com Neymar

Os jogadores não reclamam do ritmo forte nos treinos, por concordarem que, daqui para frente, o time vai precisar jogar nas duas competições com a mesma intensidade, para não ficar pelo caminho no Paulistão e nem na Libertadores. "Por muito que seja difícil, a gente vai dar o máximo de nossa capacidade domingo e na quarta-feira. Além da importância de somar os três pontos nos dois jogos, temos que apagar a má imagem que a equipe deixou no segundo tempo contra o São Caetano", disse o volante Arouca.

No treino de sexta-feira, Muricy vai armar o time para enfrentar o Catanduvense. A tendência é que seja mantida a formação de domingo passado, com Borges jogando ao lado de Neymar no ataque, apesar da má fase vivida pelo atacante.

Entre para a torcida virtual do Santos: