Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Muricy arruma defesa do Santos e reduz saldo de gols sofridos

Com Muricy, a equipe santista sofreu apenas dois gols em cinco jogos. Antes dele, foram 26 em 21 partidas

Samir Carvalho, iG Santos |

Além de classificar o Santos para as oitavas de final da Copa Libertadores da América e semifinal do Campeonato Paulista, o técnico Muricy Ramalho também corrigiu um sério problema da equipe santista: o sistema defensivo. Sob o comando de Muricy, o Santos sofreu apenas dois gols em cinco jogos disputados. Antes da chegada do treinador, o time da Vila Belmiro tinha sofrido 26 gols em 21 partidas nesta temporada.

Muricy ressaltou que está mudando a filosofia dos jogadores em campo, ensinando que futebol não é apenas ataque, também exige marcação. O treinador disse que iniciou o processo com os laterais da equipe, usando o seguinte discurso: primeiro marca, depois ataca.

“É importante avisar que eles são laterais. No Brasil tem essa mania de dizer que lateral tem que atacar. Aqui tem que marcar primeiro, senão fica muito exposto. Isso que eu estou explicando a eles. O Léo tem que dar o bote para que o Durval e o Dracena fiquem mais protegidos”, afirmou Muricy.

No Paulista, o Santos ainda não sofreu gols sob o comando de Muricy, já que os dois gols sofridos foram pela Libertadores, quando a equipe santista venceu Cerro Porteño por 2 a 1 e Deportivo Táchira por 3 a 1.

Apesar de arrumar a defesa, Muricy não aceita o discurso que o Santos está jogando mais defensivamente. O treinador fez questão de dizer que a equipe está mais equilibrada desde sua chegada. Além de sofrer apenas dois gols, o Santos marcou nove sob o comando de Muricy Ramalho.

"Fui duas vezes campeão com o melhor ataque do Campeonato Brasileiro. Não dá para ser campeão só se defendendo. Não existe. O que está acontecendo é que o time está equilibrado”, disse Muricy.

O atacante Neymar não dispensa a característica ofensiva do time, mas festejou a postura da equipe, que soube segurar a vitória por 1 a 0 diante da Ponte Preta na Vila Belmiro.

“A gente é muito ofensivo. Não tem como deixar a característica de lado, mas soubemos segurar o jogo. 1 a 0 para gente é 10 a 0”, disse Neymar.

 

 

 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG