Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Muricy ameniza ausência de Neymar e lamenta “erro grosseiro”

Irritado, treinador do Santos reclamou de falhas do time e ironizou algumas perguntas da imprensa

Gabriel Cardoso, iG Esporte |

null

Nada de “perdemos porque estávamos sem o Neymar”. O técnico Muricy Ramalho acha que a derrota do Santos para o Figueirense passou por erros coletivos do time e não pela ausência do atacante, que estava suspenso.

“Neymar faz falta pra qualquer time do mundo, mas fizemos dois gols, criamos um monte de oportunidade. Se fosse 0 a 0, 1 a 0, meio a zero. É claro que ele faz falta, mas criamos um monte de chances”, disse.

Entre para a Torcida Virtual do seu time e convide seus amigos

O treinador ficou irritado com os gols sofridos no contra-ataque. O segundo e o terceiro gol dos catarinenses tiveram origem em lances assim. A entrevista coletiva foi rápida, cheia de ironias e ataques aos repórteres.

“A gente treina isso. Já tinha falado que eles estavam só com um na frente. Tem que matar o contra-ataque. Foi erro grosseiro. Eram as poucas chances que eles tinham”, avaliou.

Saiba as últimas notícias do Santos pelo Twitter

Além de perder o jogo, o Santos perdeu Léo. O lateral-esquerdo recebeu o terceiro cartão amarelo e não enfrentará o Fluminense, no próximo domingo, no Rio de Janeiro. Neymar voltará a ficar à disposição.


 

Leia tudo sobre: SantosBrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG