Técnico afirmou que não acredita que rival deste domingo tenha facilitado vitória da sua equipe para prejudicar o Corinthians. Assista ao vídeo abaixo

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237854205024&_c_=MiGComponente_C

O técnico do Fluminense creditou à ansiedade dos jogadores a dificuldade do time de vencer o Palmeiras neste domingo em Barueri. O time saiu perdendo, mas conseguiu virar a partida, encerrada em 2 a 1. Apesar do resultado positivo, Muricy Ramalho lamentou os gols perdidos ao longo da partida.

A ansiedade é dura de mais. Mas isso é natural. É por nervosismo que isso acontece. O time esta há muitos anos sem uma conquista de um campeonato importante como o Brasileiro, afirmou Muricy.

O técnico revelou que precisou acalmar os jogadores durante o intervalo da partida, quando o placar estava empatado. O Fluminense havia perdido muitas oportunidades no primeiro tempo. 

Vídeo: Muricy fala após vitória em Barueri

"Eu disse que tinha que ser ao natural, na calma. Pelo número de oportunidades que eles criaram, uma hora a bola ia entrar. Mas não é fácil. Jogador é ser humano, e esse sentimento de ansiedade atrapalha, contou.

Sem facilidade

Perguntado sobre a reação da torcida do Palmeiras, que pediu para o time entregar o jogo, Muricy Ramalho descartou que isso tenha influenciado os jogadores.

Isso é rivalidade, a gente tem que respeitar, mas nos temos que fazer o nosso trabalho. A gente não pode duvidar dos profissionais. Existe ai imprensa para ver, os contratos que o cara quer renovar. A gente não pode entrar nessa de suspeitar dos jogador, afirmou.

O Fluminense volta a jogar no próximo domingo contra o Guarani, no Rio de Janeiro. Se vencer a partida, que será disputada no Engenhão, leva o titulo do Campeonato Brasileiro.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.