Em entrevista ao "Marca", ex-jogador conta que gastou tudo que ganhou em 20 anos de carreira com mulheres, carros e falsos amigos

Gazeta Press
Ex-atacante Müller foi bicampeão mundial com o São Paulo e campeão pela seleção brasileira
Müller ganhou tudo com o futebol. E perdeu tudo depois. Em entrevista ao jornal Marca , o ex-jogador contou como, depois de 20 anos de uma grandiosa carreira, jogou fora milhões de reais com besteira, como ele mesmo diz.

“Sempre tive o futebol como meio de sobrevivência e é assim até hoje. Errei muito na vida. Fiz muita bobagem”, afirmou Müller, bicampeão do mundo com o São Paulo em 1992 e 1993 e campeão com a seleção brasileira em 1994. “Não sei se é bom dizer isso, mas é a verdade. Gastei tudo com mulheres, carros, etc. Com vaidades, amigos de ocasião. Muita gente se aproveitou de mim”.

Hoje, Müller diz que não tem nada. Nem bens materiais ou plano de saúde. Até a igreja que administrava teve que vender. Ele mora de favor na casa do ex-lateral Pavão , seu companheiro dos tempos de São Paulo e um dos únicos amigos verdadeiros que fez no futebol. “Somos amigos, eu morava de aluguel e estava sempre na casa dele. Então, o Pavão me chamou pra morar lá. Faz uns seis meses que estou na casa. É boa. São quatro quartos e fica no Morumbi”, falou.

Apesar de tudo, o ex-atacante de 45 anos assegura que não sente falta do mundo da bola ou da vida de rico. “Só tenho boas lembranças e isso é suficiente. Curti o que tinha que curtir. Agora, acabou”, disse. “Posso dizer que eu não sou exemplo para ninguém. O futebol me proporcionou tantas coisas boas que não posso me queixar de nada. Tenho um nome e fiz uma história”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.