Órgão público tenta novo recurso para que reforma do estádio do Palmeiras fosse interrompida

O Ministério Público teve mais uma derrota na tentativa de paralisar as obras da Arena Palestra, estádio do Palmeiras . O órgão público havia entrado, na última segunda-feira, com um novo recurso para que a reforma fosse interrompida, mas o juiz Marcelo Sérgio, da 2ª vara da Fazenda Pública, deu o veredito de que as obras devem continuar até que o TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) julgue o recurso.

Documento dá garantias a WTorre de que obras da Arena Palestra continuem
Reprodução
Documento dá garantias a WTorre de que obras da Arena Palestra continuem

O iG teve acesso ao documento que diz: “Nesta ação civil pública a questão diz respeito exclusivamente à obra realizada no Estádio Palestra Itália, de modo que se faz necessária exame técnico para verificar se esta obra, isoladamente considerada (a considerar os limites da lide), provocará alteração substancial do afluxo de pessoas na região. Ao que se sabe, o Estádio do Palmeiras, que tinha a capacidade para 35 mil pessoas, passará a ter capacidade para 45 mil pessoas, de modo que a elevação da capacidade para mais dez mil pessoas não parece ser significativo a ponto de causar grande impacto para a vizinhança ou para a mobilidade”,considerou o juiz.

Siga o Twitter do iG Palmeiras e receba as notícias do seu time em tempo real

Sobretudo a considerar que, via de regra, o estádio apenas atingirá sua capacidade máxima em poucos eventos ao longo do ano. Assim, convém a manutenção da decisão, até porque já submetida ao crivo do Segundo Grau”.

Essa é a segunda derrota dos que estão tentando parar as obras. No meio de julho, o Tribunal já havia negado o primeiro pedido do Ministério de que a WTorre reconstruísse o que já havia demolido e recolocasse as áreas verdes .

Sendo assim, a WTorre poderá, normalmente, manter os tratores em funcionamento e no ritmo acelerado em que está. Cerca de 120 das 800 estacas necessárias para que o estádio saísse do chão já foram fincadas até o meio desta semana e isso está à frente do cronograma inicial da construtora.

Coloque seu time em 1º lugar no ranking da Torcida Virtual do iG Esporte

Conselheiros entram com ação contra Gilto

A previsão de que o estádio ficasse pronto apenas em março de 2013 pode ser adiantada contraria alguns conselheiros palmeirenses que lutam contra a reforma, considerando que o novo estádio pode lesar o clube, como é o caso de Gilto Avalone , que admitiu que municia o MP com provas contra o estádio do seu próprio time.

Por causa dessa ação, conselheiros da oposição entraram com um pedido de sindicância com 56 assinaturas para que Gilto Avalone seja punido pelas ações contra o próprio clube.

Veja fotos de como estavam as obras em março:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.