Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Mourinho minimiza pressão por vaga no Real Madrid

Equipe espanhola, que não chega às quartas de final da Liga desde 2004, recebe o Lyon na próxima quarta

Agência Estado |

EFE
Treinador ainda tem dúvida quanto à escalação de Cristiano Ronaldo, que se recupera de lesão
O Real Madrid enfrenta o Lyon nesta quarta-feira, em casa, e tentará avançar pela primeira vez desde 2004 às quartas de final da Liga dos Campeões da Europa. Nesta terça, o técnico José Mourinho admitiu que a sequência de resultados ruins no principal torneio interclubes do mundo coloca ainda mais pressão sobre a equipe.

O treinador português lembrou que o Real poderá até empatar por 0 a 0 nesta quarta por ter feito um gol na casa do rival no duelo de ida, que terminou empatado por 1 a 1, em Lyon, e mostrou confiança na classificação. Mourinho enfatizou que o passado recente precisa ser deixado de lado em um momento como este.

"O passado (de eliminações) não joga. Minha bagagem na Champions (League) não joga em meu favor nem os resultados do Real Madrid nos últimos anos jogam contra ele", ressaltou Mourinho, para depois enfatizar o peso com o qual deve ser tratada uma partida decisiva de Liga dos Campeões.

"São partidas únicas com uma história diferente. É um jogo aberto no qual o Real Madrid tem uma pequena vantagem porque somos nós que estamos à frente, mas são coisas mínimas. No jogo de amanhã (quarta-feira) é que se decide tudo, mas não nossa história na competição", reforçou o treinador, ressaltando que o Real é o maior vencedor da Liga dos Campeões, com nove títulos ao total.

Mourinho falou com a experiência de quem se tornou um dos três técnicos da história a ganhar por dois clubes diferentes a prestigiosa competição - foi campeão sob o comando de Porto e Inter de Milão.

O português, porém, destacou a sua obsessão por fazer história também no Real Madrid. "O Real Madrid tem nove Liga dos Campeões e não precisa ganhar mais para ser o campeão dos campeões da Europa, mas quer ganhar mais vezes. Mourinho é um dos três treinadores que já ganhou duas vezes com dois clubes diferentes. Se não ganhar agora irá continuar na história da Champions (League), mas quero ganhar pela terceira vez", disse, falando em terceira pessoa.

Cristiano Ronaldo

O técnico ainda comentou sobre a situação do atacante Cristiano Ronaldo. O jogador se recupera de uma lesão muscular na coxa esquerda, sofrida no duelo de ida contra o Lyon, que o tirou das últimas partidas do Real no Campeonato Espanhol.

Mourinho fez mistério sobre a utilização do jogador, mas assegurou que irá decidir já nesta terça-feira se irá ou não escalá-lo contra o Lyon. "Vou esperar o treinamento de hoje (terça-feira) para decidir. Não sou médico nem jogador, assim preciso do departamento médico para ter uma opinião final e principalmente as últimas sensações de Cristiano no treinamento", disse, para depois prometer: "Não vou esperar amanhã (quarta) porque não gosto de decidir no dia da partida. Gosto de ter a cabeça tranquila. Por isso decidirei hoje (terça) tudo. Não tenho nada a esconder. Se está bem obviamente que joga, mas tenho que esperar um pouco".

Leia tudo sobre: futebol mundialespanhareal madrid

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG