Tamanho do texto

Técnico do Real Madrid citou caso de racismo da semifinal da Liga dos Campeões, quando Busquets foi inocentado

Não há derrota que faça José Mourinho deixar de lado a soberba e dar o braço a torcer. Neste sábado, o treinador do Real Madrid conseguiu o que parecia impossível e defendeu o português Pepe das acusações de ter pisado propositalmente em Messi durante o clássico de quarta-feira passada contra o Barcelona , vencido pelos catalães por 2 a 1. Mais: ainda aproveitou a polêmica para relembrar um caso da temporada passada e acusar o barcelonista Sergio Busquets de racismo. 

EFE
Mourinho defendeu Pepe das acusações por conta de pisão em Messi
Diante das críticas que vinham de todas as partes, por ter extrapolado ao pisar em Messi quando este estava caído no chão, Pepe divulgou nota na quinta-feira pedindo desculpas ao argentino e garantindo que o pisão não foi proposital , apesar de as imagens darem impressão contrária. Em entrevista coletiva neste sábado, questionado sobre a veracidade da declaração, Mourinho disse que acredita em Pepe e relembrou um caso da temporada passada para rebater. 

"Pepe disse que não teve a intenção e eu acredito nele. Se algum de vocês (jornalistas) pensa que ele é mentiroso, que diga isso a ele. Não vi na temporada passada vocês duvidarem de um jogador que fez comentários racistas e que disse que não. Todo mundo acreditou que era verdade, inclusive a Uefa. Agora Pepe diz que não teve a intenção..." disse Mourinho. Ele recordava maio passado, quando Marcelo acusou Busquets de racismo na semifinal da Liga dos Campeões. A Uefa julgou o espanhol e o inocentou, por falta de provas. 

Veja também: Barcelona mantém supremacia sobre o Real com nova virada

Apesar de a imprensa espanhola garantir que Pepe foi barrado por Mourinho e não vai enfrentar o Athletic de Bilbao no domingo, nem o Barcelona na quarta, o treinador relacionou o luso-brasileiro para o jogo deste fim de semana, pelo Campeonato Espanhol. O jogador, porém, segue como dúvida, uma vez que, segundo o técnico, tem problemas musculares. A lista de relacionados do Real Madrid não tem Di Maria nem Khedira, que seguem como dúvida para o clássico do Camp Nou, no jogo de volta da Copa do Rei. 

Durante a coletiva, Mourinho revelou que, momentos antes, um membro da delegação recebeu a notícia da morte do seu pai. O treinador, porém, disse não estar autorizado a dizer quem se tratava, nem mesmo se era de um jogador.