Algoz do Brasil, Hector Nunez tinha 75 anos e faleceu em Madri, na Espanha. Causa não foi divulgada

selo

Campeão da Copa América de 1995, no comando da seleção uruguaia, o técnico Hector Nunez morreu na noite de segunda-feira, aos 75 anos, em Madri, na Espanha. A causa da morte não foi divulgada.

Como jogador, Nunez se destacou no Nacional, de Montevidéu, e no Valencia, da Espanha. Em sua carreira de técnico, ele passou pelo próprio Valencia, pelo Atlético de Madrid, Tecos de Zapopan, do México, e pelo Al Nasr, da Arábia Saudita. 

Nunez treinou ainda as seleções da Costa Rica e do Uruguai, na qual se sobressaiu ao faturar a Copa América sobre o Brasil em uma decisão por pênaltis em 1995 - empate por 1 a 1 no tempo normal. Favorita, a seleção brasileira vinha embalada pelo tetracampeonato mundial conquistado no ano anterior, nos Estados Unidos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.