Técnico da seleção na última Copa do Mundo, Dunga está sem treinar uma equipe desde 2010, assim como Zico

Dunga, que atuou no futebol italiano pela Fiorentina, fracassou no comando da seleção brasileira
Getty Images
Dunga, que atuou no futebol italiano pela Fiorentina, fracassou no comando da seleção brasileira
Os jogadores da Inter de Milão estão de férias, mas o presidente Massimo Moratti trabalha em busca de um novo treinador, cargo vago após a saída do brasileiro Leonardo, próximo de ser dirigente do Paris Saint-Germain. Entre as possibilidades, estão os brasileiros Zico e Dunga.

O "Galinho" não trabalha como técnico desde 2010, quando saiu do Olympiacos. Atualmente, é comentarista de televisão. Dunga, por sua vez, deixou a seleção brasileira na mesma época, após a eliminação na Copa do Mundo da África do Sul.

"Delio Rossi (Palermo), Sinisa Mihajlovic (Fiorentina), Gianpiero Gasperini (ex-Genoa), Dunga e Zico são nomes a se levar em consideração. Será um fim de semana de trabalho. Vários me disseram sim, e agora preciso escolher. Esse é meu problema", comentou Moratti.

Além desses, a imprensa italiana também fala no português André Villas Boas, do Porto, no holandês Guus Hiddink, da seleção turca, e no italiano Fabio Capello, da seleção inglesa. De Marbella, no sul da Espanha, o comandante do English Team garantiu não saber de nada.

"Estou aproveitando o mar e o sol com meus netos, relaxado, e não sei nada sobre isso. Em casa, eu só vejo canais da Disney e não posso nem ver as notícias. Felizmente, meus netos tomam todas as decisões neste momento", brincou.

O argentino Marcelo Bielsa chegou a ser procurado, mas recusou. "A única pessoa que disse não foi Bielsa. Por razões pessoais, ele não pôde continuar as negociações e estava bem chateado por isso", contou Moratti.

Na última temporada, Leonardo levou seu time ao vice-campeonato italiano e ao título da Copa Itália. Na França, deve ser dirigente do PSG.

Zico, que não treina um clube desde que saiu do Olympiakos, exerceu o cargo de diretor do Flamengo como última função no futebol
Alexandre Vidal / Fla Imagem
Zico, que não treina um clube desde que saiu do Olympiakos, exerceu o cargo de diretor do Flamengo como última função no futebol

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.