Como Jorge Henrique foi poupado, os dois meias treinaram como titulares na movimentação desta quarta

O técnico Tite polemizou ao afastar o meia Bruno César por má fase, antes mesmo de o Corinthians ser eliminado da pré-Libertadores. O jogador já se recuperou tecnicamente e também se livrou de uma lesão muscular na coxa direita, mas agora é reserva. Para Morais, novo titular da posição, há espaço no meio-campo para o seu companheiro.

"É claro que podemos jogar juntos. Isso só depende do esquema tático implantado pelo Tite. Ajustando a marcação, dá certo", avisou Morais, que treinou ao lado de Bruno César nesta quarta-feira - porque Jorge Henrique foi poupado. "Atuei por dentro e o Bruno pelo lado do campo. Tudo correu bem", aprovou.

Morais se tornou titular do Corinthians antes mesmo do que ele esperava. Após voltar de empréstimo para o Bahia, o jogador era apenas a terceira opção de Tite para a armação do time. Bruno César havia garantido seu lugar desde a temporada passada, e o veterano Danilo contava com a confiança do treinador.

"Eu achava que teria a minha oportunidade, mas não que seria titular tão rapidamente", confessou Morais. "Mas venho mostrando vontade desde o primeiro dia de trabalho no Corinthians. Futebol é isso. Estou sendo recompensado pelo que fiz", acrescentou.

O meia também aproveitou o assunto para coibir o estrelismo na disputa pelas vagas no meio-campo do Corinthians. "O mais importante é estar todo mundo bem, sem vaidade, para ajudar a equipe. Temos grandes jogadores aqui. Todos devem ajudar", discursou o titular Morais.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.