Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Montillo volta animado da seleção e é testado no ataque

Meia jogou na frente no Superclássico das Américas e pode ser utilizado da mesma forma do Cruzeiro

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

Vipcomm
Montillo conheceu o técnico Vágner Mancini e pode jogar no ataque
Depois de ser um dos principais jogadores da Argentina no Superclássico das Américas, o meia Montillo está de volta ao Cruzeiro. O jogador finalmente foi apresentado ao técnico Vágner Mancini na Toca da Raposa II e pode desempenhar contra o Grêmio a mesma função que desempenhou pela seleção do seu país: jogar como atacante.

Siga o Twitter do iG Cruzeiro e receba notícias do time em tempo real

Montillo deixou uma boa impressão com a seleção de seu país, tanto que acabou sendo elogiado por Neymar e convidado pelo craque brasileiro a atuar no Santos. "Muito bom jogar pela seleção, o momento que eu vivi lá. Difícil esquecer. Um momento bom, falando com colegas. No futebol isso é o máximo. Infelizmente o placar não foi o melhor, mas por ter sido a primeira vez, o balanço é positivo. Mas agora é aqui, ajudar o Cruzeiro a vencer", disse o argentino.

O camisa 10 do Cruzeiro retribuiu os elogios feitos por Neymar e disse que já tem uma amizade com o santista. "Seria muito bom ter um jogador da classe dele no Cruzeiro, da humildade dele. Dentro de campo mostra tudo, mas fora é uma pessoa normal. Isso engrandece ainda mais o que faz dentro do campo. Se o jogo é fácil ou difícil, joga da mesma forma. Começamos uma amizade. Pelo momento, vamos trazer ele e não jogar com ele lá (no Santos). Jogar contra é difícil, pois faz a diferença", brincou.

No Pará, Montillo jogou como atacante, mas não deixou de dar suas famosas assistèncias aos companheiros. De volta ao Cruzeiro, o jogador participou do treinamento normalmente na Toca da Raposa II e foi testado por Vágner Mancini como atacante, ao lado de Bobô.

"São jogadores experientes na frente. Bobô foi artilheiro na Turquia, Keirrison jogou no Barcelona. Eles têm experiência longa e não precisa falar muito. Wellington Paulista está voltando também. Sabem que a fase não é boa e acredito que daqui a pouco vão começar a fazer gols. Vamos sair dessa todos juntos", afirmou o cruzeirense.

Para o argentino, a mudança no comando com a chegada de Vágner Mancini pode sacudir o elenco. "Quando tem mudança, renovam-se as esperanças de todos. Os que não estão jogando podem ter chances, quem está jogando não quer sair. Não gosto de ver o Cruzeiro lutando para não cair, gosto de ver lutando pelo G-4 ou pelo título. Somos os mesmos jogadores que ganharam o Mineiro, no início do ano. Agora a situação é outra e nós mesmos vamos sair dessa fase", concluiu.

Entre para a torcida virtual do Cruzeiro e opine sobre a utilização de Montillo no ataque

Leia tudo sobre: CruzeiroBrasileirão 2011Montillo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG